Ghost: Tobias Forge e ex-membros não entram em acordo sobre disputa judicial

Após uma reunião inicial, nenhum dos lados entrou em um acordo sobre a distribuição do dinheiro da banda

Ghost
 

Uma das polêmicas mais recentes envolvendo o Ghost surgiu quando diversos ex-membros do grupo entraram com um processo contra o frontman Tobias Forge, acusando o “Papa Emeritus” de não ter dividido justamente o dinheiro arrecadado com a banda.

Por sua vez, Forge alegou que o Ghost sempre foi seu projeto pessoal, e que os outros membros eram apenas uma banda de apoio que recebia um salário fixo. Assim, uma disputa judicial se iniciou esse ano.

Mas ao que tudo indica, esse processo não irá acabar tão cedo. Essa semana, as duas partes tiveram sua primeira reunião para tentar entrar em um acordo antes que tudo seja levado para o tribunal. No entanto, de acordo com o representante legal de Tobias, eles não conseguiram chegar a um consenso.

É possível que outras reuniões sejam feitas antes que a situação fique mais “crítica”, como aponta o Loudwire. Nesse meio tempo, Forge continua com o Ghost e, no momento, está em estúdio gravando um novo álbum com o projeto, que recentemente fez um ritual assustador de “mudança” de vocalista.

Em diversas entrevistas, o músico deixou a entender que o novo disco deve ser lançado em 2018. O último álbum do Ghost foi o excelente Meliora, de 2015.

Compartilhar

Comentários