Alaska
 

Dois anos se passaram desde que a banda paulistana Alaska despontou no underground com o álbum Onda.

O disco trazia temas existencialistas e discutia a perenidade das coisas de um modo ao mesmo tempo profundo e singelo. Já em estúdio preparando o próximo trabalho, a banda se despede do álbum com um novo clipe e uma série de shows especiais ao lado de bandas amigas.

“Durante esses dois anos a gente cresceu muito em diversos aspectos e nós aprendemos muito com esse ciclo, principalmente sobre nós mesmos como artistas. Acho que estamos em uma transição muito importante agora, querendo e precisando respeitar nossa individualidade e sair da prateleira onde todas as bandas de ‘rock’ foram colocadas sem querer”, conta o vocalista e guitarrista André Ribeiro.

Ao lado dele na banda estão Nicolas Csiky (bateria), André Raeder (Guitarra), Vitor Dechem (Teclado, guitarra e voz) e Wallace Schmidt (Baixo). Amigos de infância e unidos há 6 anos com esse nome e formação, a banda lançou seu primeiro EP (Perto do Fim) em 2012. Para coroar a jornada do Onda, eles lançarão o clipe “Correndo com Tesouras”, dirigido por Manoela Cezar e Guilherme Garofalo, com produção da Filmes do Acaso. O vídeo é uma ruptura estética para a banda focado em expandir conceitos abordados no álbum como um todo e abrir portas para o novo.

“O álbum é conceitual, não é sobre a vida dos caras da banda. O clipe seguiu essa linha, ele abre para muitas interpretações por conta da escolha das imagens de arquivo; tem coisas ali que conversam diretamente com o Onda, outras que estão lá pra instigar sensações que a música passa, outras para expandir os significados… Mas ao mesmo tempo tem os caras tocando, e eles nunca aparecem completos pro espectador. Não é sobre eles”, conta a diretora Manoela Cezar

Além do clipe, a banda fará cinco shows de despedida do álbum com direito a músicas que não são tocadas desde o lançamento e surpresas. A tour final do disco vai passar por Campinas (02/11, no Zarabatana), Sorocaba (04/11, no Solana Records), Petrópolis (25/11, no Estúdio Aldeia), Rio de Janeiro (26/11, no La Esquina) e fechando na terra natal de São Paulo (15/12, no Breve).

“O aspecto visual do clipe entrega o encerramento da jornada do disco. Ainda é um pouco cedo para explicar isso. Mas as coisas vão mudar bastante daqui pra frente, e a ideia é sinalizar bem sutilmente esse passo”, faz mistério André Ribeiro.

A Alaska já está em estúdio e o novo álbum está previsto para o primeiro semestre de 2018.

Veja o clipe: