Tony Iommi, do Black Sabbath

O guitarrista responsável por criar os riffs mais memoráveis do Heavy Metal, Tony Iommi, concedeu nessa terça-feira (23) uma entrevista para o jornalista Ryan J. Downey, onde falou sobre algumas curiosidades que marcaram o processo de produção de seu álbum solo, chamado Iommi.

Lançado no ano 2000, o primeiro disco solo do guitarrista do Black Sabbath, que é recheado de participações especiais, poderia ter tido mais uma: a de Eminem.

Tony Iommi conta que o rapper chegou a solicitar uma participação no álbum de sua estreia solo, mas que como o pedido nunca chegou até ele, a colaboração acabou não saindo.

Se tivesse acontecido, não seria a primeira vez que as melodias do guitarrista teriam se encontrado com uma voz do rap. No décimo oitavo disco do Black Sabbath, Forbidden (1995), o rapper Ice-T fez uma participação em “Illusions of Power”, faixa que abre o álbum.

Tony ainda revelou que uma faixa gravada com Kid Rock estava prevista para aparecer no trabalho, mas que após o processo de edição final acabou sendo descartada.

Iommi, que tem em sua lista de colaboradores nomes que passam por vários gêneros diferentes como Billy Corgan, Henry Rollins, Phil Anselmo, Brian May, Billy Idol e Serj Tankian, ainda contou com a participação de Dave Grohl nos vocais e na bateria de “Goodbye Lament”, terceira canção do disco.

Ouça o álbum completo na íntegra logo abaixo.