CMG-NGM-PDE: ouça o incrível novo disco da cantora Nana

Álbum viaja pelo indiepop e a música brasileira

Nana - CMG-NGM-PDE
 

Há alguns dias nós promovemos por aqui a estreia de um single da cantora Nana.

Quando o fizemos, percebemos que algo de muito bom viria por aí e hoje é dia de comprovar que estávamos certos: CMG-NGM-PDE é o nome do novo disco da cantora e compositora baiana que nos brinda com 10 canções incríveis.

Viajando pelo indie pop e a música brasileira, Nana usa sua voz para contar histórias da vida pessoal de forma bastante irreverente e com a qual é muito fácil se identificar.

Relacionamentos e temas do cotidiano aparecem no disco gravado no Trampolim Estúdio, em São Paulo, e produzido por Nana ao lado de Habacuque Lima, com mixagem de Diogo Strausz e participações especiais de Lulina e Felipe S., do Mombojó.

Ao falar sobre o teor do álbum, a cantora que mora na capital alemã desde 2014 explica:

Meu novo disco segue um fio condutor temático: a tomada de controle da vida. As músicas tratam de sentimentos diferentes, mas enxergo nelas aquele momento de se tornar dona das próprias decisões, de encontrar o próprio caminho. É quando nos sentimos mais confiantes. E, com certeza, a mudança para Berlim foi uma experiência fundamental nesse processo.

Outro ponto que chama atenção no álbum é a sua capa, baseada nas cores verde e rosa, assinada por Aretha Lima Costa e fotografada pela alemã Angelika Grossmann. Para a parte gráfica, a inspiração surgiu em discos de cantoras como Diana Ross, Donna Summer e Tina Turner.

“Eu e nana somos irmãs e crescemos com referência dos discos de nosso pai. Quando pensamos nas inspirações do álbum, que são mulheres fortes, bem resolvidas, donas de si, naturalmente lembramos das nossas preferidas. E, percebemos que por trás da aparência kitsch, muitas vezes exagerada, há o conceito da foto simples. Era essa simplicidade que queríamos passar, por detrás dos brilhos e paetês”, diz Aretha.

Ouça o novo disco de Nana logo abaixo.

Compartilhar

Comentários