Há alguns meses o músico Tom DeLonge (Angels And Airwaves, Box Car Racer, Blink-182) vem falando sobre um projeto gigantesco no qual vinha trabalhando.

Pois bem, hoje foi o dia do anúncio que veio através de um vídeo ao vivo no Facebook, e ele foi repleto de revelações bastante ousadas.

DeLonge começou falando sobre como desde criança sempre teve interesse em assuntos de outro mundo e revelou que quando recebeu o primeiro pagamento por royalties do Blink-182, comprou um computador para pesquisar sobre alienígenas e atividades do tipo a noite toda.

A partir daí ele apresentou a sua nova empreitada, To The Stars Academy e o time que faz parte dela, com ex-membros de agências como a CIA e o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, professores universitários, investidores e pessoas com bom trânsito político.

Segundo Tom, a ideia é misturar três pilares: ciência, espaço aéreo e entretenimento. Dessa forma, ele quer utilizar a Academia para expandir os horizontes do conhecimento científico no Planeta Terra bem como aliar tudo isso aos seus lançamentos em filmes e livros que já vêm acontecendo há algum tempo.

Na parte de espaço aéreo, a ideia talvez seja a mais ousada de todas: a To The Stars Academy quer construir uma nave para “desafiar o conceito de espaço-tempo” e conectar as pessoas no mundo todo de forma mais rápida.

Steve Justice, Diretor da Divisão de Espaço Aéreo dentro da To The Stars, falou:

Esse é um conceito para uma nave de transporte internacional ponto a ponto que irá acabar com os limites atuais de distância e tempo. Ela imita as capacidades observadas em fenômenos aéreos não identificados ao utilizar um sistema que altera as métricas de espaço-tempo. Temos pequenas ideias de como a física disso tudo funciona, mas precisamos garimpar tecnologias da Divisão de Ciência para fazer essa capacidade acontecer.

Ao anunciar o projeto, Tom e seu time chegaram inclusive a comparar a forma como nos movimentamos hoje nas cidades: “muita gente não usa mais automóveis, mas sim utiliza meios de transporte sob demanda do ponto A para o ponto B. Elas não têm carros. A ideia aqui é a mesma, transportar as pessoas rapidamente para outros países.”

Eles ainda disseram que isso poderia eliminar toda a burocracia que existe hoje em dia para, por exemplo, transportar suprimentos a regiões que sofreram com desastres naturais, e ainda ressaltaram que entendem que essa tecnologia é impossível de ser compreendida hoje em dia, mas que “há 15 anos ninguém sabia o que era um smartphone e hoje em dia ninguém vive sem um.”

Outros tópicos citados no material oficial divulgado hoje envolvem telepatia, interfaces entre o cérebro e o computador, música, arte e mais.

Você pode encontrar o site oficial da To The Stars Academy por aqui para saber mais sobre o projeto e inclusive se tornar “sócio”, com um investimento mínimo de 200 dólares.

Join me LIVE as we reveal the experts from within the top-secret shadows of aerospace, science and the DoD to unveil an initiative to bring transformative science and engineering to global citizens. #ProfoundPossibilitiesGet more info at www.ToTheStarsAcademy.com and read the Offering Circular at https://dpo.tothestarsacademy.com/#offering-circular

Posted by Tom DeLonge on Wednesday, October 11, 2017