Billy Corgan, do Smashing Pumpkins
 
Ouça o novo single da Majur!

Pelos últimos meses, vários rumores sobre uma possível reunião da formação clássica do Smashing Pumpkins acabaram surgindo, mas Billy Corgan nunca chegou a revelar nada concreto ou seguro.

O que se sabe, no entanto, é que o músico irá lançar um álbum solo no próximo mês intitulado Ogilala, que em sua grande parte conta apenas com Corgan e um quarteto de cordas. No entanto, o disco acaba de ter uma participação bem especial confirmada: James Iha, um dos antigos companheiros de Billy nos Pumpkins.

Em uma entrevista com a Rolling Stone, o músico revelou que chegou a gravar duas faixas com Iha. Uma delas, chamada “The Processional”, fará parte do disco, enquanto uma outra “provavelmente será uma b-side”, de acordo com Corgan.

Essa é uma ótima notícia pois é a primeira vez que os dois trabalham juntos desde 2000, quando o Smashing Pumpkins gravou o disco Machina II. A reconciliação entre os dois já vinha sendo feita há algum tempo, tendo em vista que Iha tocou junto dos Pumpkins em uma série de datas no ano passado.

Ao ser perguntado sobre o que isso significaria para uma possível reunião da sua banda “principal”, Corgan já se adiantou:

[Uma turnê de reunião] tem sido discutida. Com certeza existem engrenagens rodando e coisas são ‘combinadas’, mas até estar tudo no papel, eu não sei de nada assim como vocês… Mas eu vou dizer o seguinte: se nós nunca tocarmos uma outra nota sequer juntos, tudo bem. Eu estou muito, muito mais interessado no fato de estarmos em paz um com o outro. Eu cheguei num ponto da minha vida onde eu não estou com pressa de fazer qualquer coisa. Se chegar lá, ótimo. Se não, tudo bem.

Por fim, o músico também comentou que a faixa inicial do disco, “Zowie”, é um tributo à David Bowie. “Foi escrita na época em que o David morreu e eu estava pensando muito nele”, comentou. “Eu tive sorte de poder ter trabalhado com ele por um tempo. Eu senti muito a morte dele. Você basicamente precisa dar um passo pra trás e pensar, ‘Ok, esse é o fim de uma jornada. O que isso significa? Como nós avaliamos esse artista agora que ele não está mais aqui?’ E isso meio que fecha o círculo [para mim]”.

Ogilala será lançado no dia 13 de Outubro pela gravadora BMG. Caso interesse, você pode ler a entrevista de Billy para a Rolling Stone clicando aqui.