Há alguns dias nós publicamos por aqui uma resenha sobre magnetite, novo disco de estúdio da banda brasiliense Scalene.

Por lá dissemos que a maturidade ouvida no novo álbum deixava bem claro que o grupo vinha evoluindo e acrescentando elementos a uma sonoridade bem particular.

Dissemos, também, que o grupo estava pronto para fazer bonito no Palco Mundo, o principal do festival Rock In Rio, e isso acabou de ser comprovado há alguns minutos.

Por lá o Scalene fez o que manda de melhor em seus discos de estúdio, alternando verdadeiros petardos com baladas facilmente cantáveis, e não apenas fez a alegria dos fãs que estavam ali como também conquistou mais milhares de seguidores que estão por lá e/ou assistem à transmissão na televisão.

Começando o show com “Histeria”, que abre as apresentações da banda há algum tempo, a banda emendou outra canção rápida com “Náufrago” e aí já começou a pisar no freio com “Sublimação”, uma ponte sempre interessante entre o pesado e o melódico.

Baladas como “cartão postal”, “Entrelaços” e “Amanheceu” foram cantadas pelo público que também fez bonito com as luzes de celulares e a energia nunca caía principalmente quando vinham canções como “distopia” e sua crítica direta aos falsos profetas: cantar “homens de terno, podres por dentro e a Bíblia na mão” para 100 mil pessoas não é para qualquer um.

“Surreal” e “Danse Macabre” foram outros pontos altos do set e o show do Scalene chegou ao fim com “Legado” e o vocalista Gustavo Bertoni agradecendo todas as tantas bandas nacionais incríveis que estão mandando bem hoje em dia. Só faltou a tradicional “invasão” de outros artistas que tocam no mesmo evento e tem rolado sempre, como foi no set do grupo durante o Festival Tenho Mais Discos Que Amigos!, em Abril.

O Scalene se preparou e aproveitou a grande chance que teve. Que cresça ainda mais.

Veja setlist e as fotos exclusivas do TMDQA! na sequência.

Acompanhe a cobertura ao vivo do TMDQA! no Rock In Rio em nosso Instagram!

Esse foi o setlist do #Scalene e esse será o do #AliceCooper no #RockInRio

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) on

     
 
Compartilhar