Foto: Divulgação

S.E.T.I.

O duo de dream pop S.E.T.I., formado por Roberta Artiolli (voz e synths) e Bruno Romani (baixo, guitarra e programação) divulgou o single “O Ilusionista”. A faixa foi gravada como parte do projeto Original’s Studio da marca de roupas Levi’s, que selecionou 16 bandas para registrar músicas inéditas em estúdio.

A música é o primeiro single do novo disco da dupla, que deve sair no segundo semestre deste ano, e aborda atitudes machistas que parecem ser inofensivas.

“Parece zelo, parece preocupação, parece cuidado, mas na verdade é opressão da mulher. ‘O Ilusionista’ aponta para o machismo velado que ‘caras de bem’ praticam o tempo todo”, diz Roberta.

Ouça abaixo:

CHÁ DE GIM

Foto: Divulgação

A banda goiana Chá de Gim, lançou sua nova música, “Canção do Futuro”. O novo single faz uma reflexão a respeito de um futuro e suas incertezas. “Ela tem dois momentos bem visivelmente marcados como se fossem dois capítulos. Porém é como se cada capítulo contasse a mesma história, mas de forma diferente”, define a banda.

Gravada no estúdio Casa do Chá, a música foi composta pelo vocalista da banda, Diego Wander. Além dele, o quarteto é formado por Caramuru (guitarra), Bernardo (baixo) e Alexandre (bateria).

Confira “Canção do Futuro”:

MANNEQUIN TREES

Foto: Mariana Chisté

O Mannequin Trees, projeto do guitarrista e compositor Ícaro Reis, divulgou o seu primeiro EP, contendo quatro faixas. O lançamento homônimo foi gravado durante a Cavalo Sessions, com visual lo-fi. Para dar forma ao projeto, o músico convidou Gabriel Olivieri (O Grande Babaca), Teago Oliveira (Maglore), Leon Perez e Marco Trintinalha.

O Cavalo Estúdio foi o palco para este novo momento de Ícaro, natural de Sergipe e atualmente radicado em São Paulo, onde também integra outros projetos musicais.

Ouça seu novo trabalho:

GRANDFÚRIA

Foto: Divulgação

A banda Grandfúria divulgou o seu novo disco, chamado O Sopro e o Momento. Baseado nos livros O Tempo e o Vento – O Continente I e II de Érico Veríssimo, o álbum é fruto de um trabalho colaborativo, com os seis integrantes dedicando-se durante dois anos à produção do disco, entre composições e gravações.

Com 11 faixas, o disco valoriza a música folclórica do Rio Grande do Sul. O trabalho foi gravado no estúdio Noise, em Caxias do Sul – RS, cidade natal do grupo, e conta com a produção de Carlos Balbinot e masterização de Fabrício Zanco.

Ouça “O Sopro e o Momento”: