Nikki Sixx e ex-mulher de Dio rebatem tentativa de Gene Simmons de patentear “chifrinhos” do rock

"Tentar ganhar dinheiro com algo assim é nojento"

Gene Simmons em 2012
Foto de Gene Simmons via Shutterstock
 

Caso você não tenha visto, o músico Gene Simmons, do Kiss, causou uma certa polêmica essa semana ao abrir um processo para tentar patentear o “devil’s horns”, o símbolo mais icônico do rock n’ roll.

Simmons tentou convencer todo mundo de que criou o gesto nos anos 70 (afirmando que havia se baseado no Homem-Aranha), mas nem todo mundo está comprando essa história.

Uma dessas pessoas é Wendy Dio, ex-mulher do lendário Ronnie James Dio — uma das pessoas conhecidas por popularizar o gesto. Em uma entrevista com o The Wrap, Wendy disse que a atitude de Simmons é “nojenta”, afirmando:

Tentar ganhar dinheiro com algo assim é nojento. [O gesto] é de todo mundo; ele não pertence a ninguém… é um domínio público, não deveria ser registrado.

Ela ainda argumentou que seu falecido marido também não deveria ser reconhecido como o inventor do gesto, pois Dio adaptou-o de outra fonte. “Ele adaptou o gesto de um antigo gesto italiano que ele aprendeu com sua vó, que é utilizado tanto para se proteger do mal ou então dar um ‘olhar malvado’, dependendo de como ele é usado”, ela adicionou, completando:

Quando se trata da tentativa do Simmons, eu acho que ele se fez de bobo. É nojento; o que ele quer com isso?

E Wendy não é a única pessoa que se manifestou contra o ato de Gene.

O músico Nikki Sixx, do Mötley Crüe, postou em seu Twitter: “pensando em registrar o gesto do dedo do meio”, tirando sarro da situação. Dê uma olhada no Tweet logo abaixo:

 Deslize a tela para baixo e continue lendo as notícias do TMDQA automaticamente! 
Compartilhar

Comentários