Expectativa de vida: criadores do Gorillaz falam sobre longevidade do grupo

Damon Albarn e Jamie Hewlett acreditam que os 50 anos dos dois serão um divisor de águas na carreira da banda

Gorillaz
Foto: Divulgação

Existe prazo de validade para a existência de uma banda? Damon Albarn e Jamie Hewlett, criadores e os dois únicos membros fixos do Gorillaz, parecem acreditar que sim.

Após o lançamento do bem-avaliado Humanz, os dois idealizadores da banda têm refletido sobre a expectativa de vida que ela pode ter ao longo dos próximos anos, pelo menos no que diz respeito à continuidade deles como compositor e ilustrador. Em entrevista recente ao jornal britânico Daily Star, Hewlett, 49 anos, designer responsável pelos visuais do Gorillaz comentou:

Nós teremos 50 anos de idade em breve, e não podemos continuar fazendo isso seriamente por muito mais tempo. Você consegue imaginar a molecada daqui a 20 anos quando eles descobrirem que por trás do Gorillaz se escondem dois velhos de 70 anos?

Seja como for, a hipótese da existência do grupo continuar sem os dois é viável segundo Hewlett, já que o Gorillaz sempre foi idealizado como um projeto ‘sem rostos’.

Isso é parte da essência da história do Gorillaz, mesmo que não seja necessariamente a nossa história.

Albarn ainda acrescentou que “ao longo do tempo, eu percebi que ser uma celebridade era muito menos importante do que preservar a minha liberdade,” sobre a ideia original de formar uma banda de desenhos animados.

Em tempo, Damon tem 49 anos de idade e Jamie Hewlett também.

Mas os fãs do Gorillaz podem respirar aliviados: pelo menos por enquanto, esses questionamentos sobre a longevidade do grupo ainda não interromperam a agenda de shows. No último domingo, 11 de Junho, o Gorillaz foi anfitrião do festival Demon Dayz em um Parque de Diversões em Margate, no litoral da Inglaterra. A banda recebeu convidados do último disco, Humanz, como Jehnny Beth (Savages), Popcaan, Vince Staples, Danny Brown, De La Soul e outros.

Durante o set, Damon Albarn aproveitou para falar sobre a situação política no Reino Unido, e as eleições gerais do dia 8 de Junho, onde o Partido do Trabalho cresceu mas não o suficiente como artistas e músicos esperavam:

Tem sido uma semana estranha no país. Uma verdadeira surpresa seguida de um resultado de merda. Mas este é só o começo, pois alguns de vocês aí ainda não podiam votar dessa vez, mas da próxima poderão. Aí começaremos a crescer.

Vale lembrar que o Gorillaz tem passagem pela América do Sul marcada para Dezembro desse ano, no Uruguai. Os brasileiros e demais sulamericanos continuam na espera por novas datas no continente, que serão prontamente anunciadas aqui assim que tivermos informações concretas.

Comentários