Multidão canta Oasis em Manchester
Foto: Reprodução / Twitter
 

Moradores de Manchester se reuniram na manhã desta quinta-feira (25) para homenagear as vítimas do ataque terrorista que aconteceu na última segunda-feira (22), na saída do show da cantora Ariana Grande, deixando 22 mortos e inúmeros feridos.

Após um minuto de silêncio, uma mulher chamada Lydia Bernsmeier-Rullow começou a cantar a icônica “Don’t Look Back In Anger”, do Oasis, e logo foi seguida por diversas pessoas. Josh Halliday, jornalista do The Guardian, registrou o momento:

Após o tributo, o repórter conversou com Lydia, e perguntou o que a motivou a cantar:

‘Don’t Look Back in Anger’ [não olhe para trás com raiva], é disso que se trata. Não podemos olhar para trás para o que aconteceu, precisamos olhar para o futuro.

As imagens chamaram atenção de Noel Gallagher, que retwittou o video:

E não foi a primeira vez nesta semana que o single de 1995 foi cantado em homenagem às vítimas do atentado. Alunos da escola de música Chetham, também na cidade, cantaram a música do lado de fora da instituição, cuja área fora isolada após o ataque na Manchester Arena.

Manifestações como essas só demonstram como o Oasis continua muito vivo na cidade natal da banda, mais de duas décadas após o lançamento de (What’s The Story?) Morning Glory.

     
 
Compartilhar