Damon Albarn comenta futuro do Blur: “nunca disse que não faria outro álbum”

Em entrevista recente à Rolling Stone, o homem mais ocupado de 2017, Damon Albarn, fala detalhes sobre o novo álbum do Gorillaz, e o que o futuro reserva para o Blur.

Os projetos do músico para o ano incluem Humanz, novo disco de inéditas do Gorillaz, e o próximo álbum do The Good, The Bad & The Queen.

Sobre a banda de britpop, ele afirma: “Somos todos bons amigos. E sinto que dei meus melhores anos ao Blur, então não me sinto culpado nesse sentido”, diz.

Albarn complementa dizendo que “é tudo o mesmo no fim do dia. São as nuances que fazem a diferença” e que “nunca disse que não faria outro álbum”.

Ainda sobre o Blur, o frontman comenta na entrevista sobre a apresentação de 2015 da banda no Madison Square Garden, em Nova York.

Nunca tocamos no Garden, e eu me senti mal por ter tocado antes com o Gorillaz. Aquilo não foi justo. Mas de certa maneira, o Blur nunca conseguiu chegar à América. É difícil entender como bandas como Radiohead e Coldplay fazem tanto sucesso por lá, e a gente não.

Albarn ainda brinca, dando graças por ter o trabalho do Gorillaz ou “envelheceria como um britpoper terrivelmente amargo.”

Também na entrevista, Jamie Hewlett, parceria de Damon no Gorillaz, fala o quanto o projeto deu maior liberdade criativa ao vocalista do Blur.

“Se o Blur experimentasse da maneira que ele faz com o Gorillaz, os fãs diriam ‘Por que eles estão fazendo hip-hop? Por que eles estão tocando música eletrônica?’ Essa era uma frustração de Damon.”

LEIA TAMBÉM: Gorillaz: Damon Albarn revela ter “40 músicas” sobrando das sessões de “Humanz”

Compartilhar

Comentários