Aeromoças e Tenistas Russas: novo EP, entrevista e viagem pela Europa!

 

A banda instrumental Aeromoças e Tenistas Russas tem muito a comemorar nos próximos dias.

O grupo brasileiro irá embarcar para sua primeira turnê pela Europa, incluindo uma passagem pelo prestigiado festival Primavera Sound, e antes disso lançou um novo EP chamado MIDI, que ganhou um lyric video divertidíssimo para uma de suas faixas.

Além de trazer a estreia desse EP por aqui hoje, também conversamos rapidamente com o baixista Juliano Parreira e ele nos falou sobre essa nova fase, os planos para o futuro e mais.

Veja tudo na sequência!

TMDQA!: Vocês estão lançando esse novo EP, MIDI, e embarcando para a Europa com a primeira viagem internacional da banda, inclusive já garantidos em showcase do Primavera Sound. Como tem sido esses dias pra vocês? A empolgação deve estar lá em cima, assim como o trabalho envolvendo todo esse processo, não?
Juliano: Com certeza estamos bem empolgados e ansiosos com esse momento! É lançamento de material novo, primeira tour na Europa (8 shows em 4 países), show novo, novos instrumentos. É praticamente tudo novo! (risos) A vontade de tocar lá fora já vem de anos e agora finalmente irá se concretizar!

TMDQA!: “Russian Cat Party”, primeira faixa do EP, ganhou um “lyric video” muito bacana com vídeos virais de gatinhos cantando o instrumental como se fossem letras, onomatopeias. Quem teve a ideia e como foi feita a curadoria desses vídeos?
Juliano: O lyric vídeo se não me engano foi ideia do Eduardo, nosso baterista. Nós já havíamos pensado nos vídeos de gatos, inclusive o nome da música surgiu porque achamos o timbre da guitarra parecido com o ruído de um gato. Aí desencadeou o vídeo, que foi um trabalho do nosso tecladista Gustavo Palma e sua produtora, a Espiral. No final, todo mundo da banda contribuiu com a pesquisa de imagens no YouTube, inclusive essa pesquisa teve participação essencial da nossa amiga e VJ Ya B.dealer, que nos passou um banco grande de imagens que ela já trabalha em suas projeções.

TMDQA!: Vocês têm aparecido em colaborações com outros artistas, como foi o caso de Liniker e os Caramelows, no disco Remonta. Isso é algo que tem acontecido bastante na música nacional, com diversas músicas em parceria, e parece ter fortalecido os nomes de todos os envolvidos na maioria das ocasiões. Como vocês enxergam essa parceria e como enxergam o grande momento que vivemos musicalmente aqui no Brasil?
Juliano: O momento da nossa música realmente é incrível e em todos os lugares que a gente passa conhecemos pelo menos uma banda muito foda daquela região. E tem muita coisa boa acontecendo em todas as regiões do país. A parceria com Liniker e os Caramelows tem a ver com isso. É o interior de São Paulo. Pra gente é uma grande honra ter participado do Remonta, assim como foi a parceria com a Tássia Reis durante o ano passado.

TMDQA!:- O clima social e político do nosso país e do mundo é cada vez mais bizarro, e a arte sempre é uma grande válvula de escape para que a gente não apenas se desligue dos problemas, como também se motive a lutar contra as coisas erradas que vemos por aí. Como vocês acreditam que a música e a arte em geral transformam as pessoas nesses períodos?
Juliano: Acreditamos que a arte e cultura são transformadoras e tem sim um papel muito importante na reestruturação do nosso país. Se compararmos com a ditadura militar, foram os movimentos artístico/culturais parte importante de um processo de resistência ao sistema e luta pela democracia. Nós temos um potencial enorme nas mãos, precisamos estar organizados pra dar visibilidade a essa luta.
OBS: mesmo fazendo o lançamento do MIDI na sexta agora, 28, nós somos a favor da greve geral e lutamos contra a reforma trabalhista e a reforma da previdência.

TMDQA!: Por fim, vocês irão passar por Espanha, Alemanha, Holanda e Portugal na turnê europeia, e nada de Rússia. Ficamos desapontados. Alguma chance de mudar o nome da banda após essa turnê? (risos)
Juliano: Nós temos usado ATR, mesmo sabendo da existência do Atari Teenage Riot. Hoje esse nome não significa muito pra gente, é apenas um nome. Mas na real mesmo, seria um grande sonho conhecer e tocar na Rússia! =)

Compartilhar

Comentários