“Não fiquei surpresa,” diz mãe de Dave Grohl sobre a morte de Kurt Cobain

 

Como a gente te falou por aqui, Virginia Grohl, a mãe de Dave Grohl, está lançando um livro onde fala sobre como é ter um filho rockstar.

Além de seus depoimentos pessoais, ela também foi atrás de outras mulheres e conseguiu entrevistas com as mães de Amy Winehouse, Adam Levine, Mike D, Michael Stipe, as irmãs HAIM e mais.

Em entrevista ao The Guardian, ela falou sobre o trabalho e também citou algumas passagens da carreira de Grohl, dizendo por exemplo que não se preocupava com o uso de maconha e que seu filho “sabia muito bem do seu comportamento hiperativo e o que drogas como heroína e cocaína causariam.”

Seu medo, porém, era com as mulheres:

Eu me preocupava com as mulheres. Eu não sei como dizer isso a vocês, é tão embaraçoso, mas meu maior medo é que a Madonna o pegasse.

Ao falar sobre a morte de Kurt Cobain, Virginia foi bastante honesta, e revelou que pelo jeito, todo mundo ao redor do músico esperava que isso acontecesse eventualmente:

Alguém veio me contar, e é claro que eu já tinha percebido os alunos [Virginia era professora] reagindo ao fato. Foi chocante, mas eu não fiquei surpresa. As coisas estavam muito mal e outras coisas já tinham acontecido.

Eu fiquei preocupada com o David… perder um amigo de maneira tão terrível, perder uma carreira. Mas eu nunca achei que ele fosse ficar completamente destruído com isso. Ele é uma pessoa muito positiva e sempre tem coisas boas saindo dele.

Nem é preciso dizer que Dave não se deixou afetar pelo terrível evento e acabou seguindo na música, formando o Foo Fighters.

 Deslize a tela para baixo e continue lendo as notícias do TMDQA automaticamente! 
Compartilhar

Comentários