10 histórias sobre os últimos dias do saudoso Layne Staley

Mãe de Layne Staley
 

No dia 19 de Abril de 2002, há pouco mais de 15 anos, o talentosíssimo Layne Staley foi encontrado morto em casa como resultado de uma overdose de drogas incluindo cocaína e crack, sendo que a data da morte foi estimada para duas semanas antes, em 05 de Abril.

Alguns anos antes de sua morte, o vocalista do Alice In Chains passou bom tempo afastado de todos seus amigos, colegas de banda e familiares, morando sozinho e se escondendo do mundo, tanto que seu corpo só foi encontrado após um funcionário do banco de Layne avisar a família que ele não havia sacado dinheiro de sua conta corrente em duas semanas.

Nesses anos em que ficou em casa a maior parte do tempo, muitas coisas aconteceram com Layne Staley, e o site Alternative Nation resolveu retratar dez histórias a respeito desse período, como você pode ver traduzido em Português logo abaixo.

 

Layne era fã de jogos de video game

Última foto de Layne Staley

No livro Grunge Is Dead, de Greg Prato, a mãe de Layne Staley diz que ele era “louco” por video games. Nancy contou que ele tinha uma TV enorme e cinco consoles diferentes, das mais diversas plataformas, o que o deixava ocupado durante o dia todo.

Na última foto em público que se tem conhecimento de Layne, no Halloween de 1998, ele estava usando uma camiseta do game Metal Gear Solid.

 

Krist Novoselic, Mark Lanegan, Mike Inez e Sean Kinney tentaram ajudá-lo

Krist Novoselic

No mesmo livro, Greg Prato conta que que vários amigos do músico tentaram ajudá-lo a se recuperar e tentaram se encontrar com ele nos últimos anos. Sean Kinney (Alice In Chains), tentou visitá-lo em casa várias vezes, e também tentou contato por telefone, sem sucesso. Krist Novoselic (Nirvana) levou comida à casa de Staley e tinha esperanças de recuperá-lo após perder o amigo Kurt Cobain.

Mark Lanegan (Screaming Trees, QOTSA) e Mike Inez (Alice In Chains) foram outros nomes importantes do grunge que bateram à porta de Layne e não tiveram sucesso.

 

Layne quase gravou com o Taproot

Taproot

Em 2002 o Taproot iria gravar um novo álbum com Toby Wright, produtor do Alice In Chains, e queria a participação de Layne Staley em uma das músicas. Ele teria concordado e inclusive revelado que estava empolgado com a oportunidade, mas quando Wright se preparava para ir até Seattle e começar a preparar o estúdio, recebeu a notícia da morte de Staley.

 

Colaboração com Mark Lanegan

Mark Lanegan em 2014
Foto via Shutterstock

Outra colaboração que poderia ter rolado seria com Mark Lanegan. Em uma entrevista em Abril de 2002, o músico disse que conversava com Layne sobre a possibilidade nos últimos anos, e falou que “tudo dependia dele ter energia e foco para conseguir trabalhar, o que não aconteceu”.

 

Layne queria mandar uma demo para Jerry Cantrell

No campo dos rumores, existe a história de que o músico gravou uma demo chamada “Everyday” que gostaria de mandar para Jerry Cantrell, fundador do Alice In Chains.

 

Layne foi a uma festa com Ann Wilson

Mike McCready e Ann Wilson

Ann Wilson é vocalista e compositora de uma das bandas mais influentes do hard rock de Seattle, o Heart.

Em um livro sobre o grupo, ela revelou que Layne Staley foi a uma festa na sua casa em 1999 e após quase todo mundo ter ido embora, o músico ficou lá e a acompanhou na piscina, mesmo que não tenha entrado.

Ela conta que Layne ficou bebendo cerveja enquanto ela nadava, e um meteoro passou pelo céu, iluminando o seu rosto em um momento em que “ele era uma criança novamente e não havia mais escuridão em sua vida.”

Layne teria ficado maravilhado com o fenômeno e dito:

Você viu isso? Quão perto você acha que estava de nós, Ann? Você acha que isso quase nos acertou? Como somos sortudos de temos visto isso, não? Você tem ideia de como é raro ver um meteoro tão grande e tão brilhante, tão perto? Somos pessoas muito muito sortudas, Ann. Você e eu.

 

John Frusciante tentou recuperar Layne Staley

John Frusciante

Entre 1999 e 2000, John Frusciante (Red Hot Chili Peppers) queria ajudar o músico e tentou recuperá-lo através de Bob Forrest, vocalista da banda Thelonious Monster, que conseguiu livrar Anthony Kiedis e o próprio Frusciante das drogas.

Frusciante e Bob visitaram Staley em Seattle e, infelizmente, o encontro não foi produtivo, com Forrest dizendo que a mente do músico ainda funcionava, mas ele estava “a quilômetros de distância”.

Segundo o cara, Staley ficou jogando video game o tempo todo, fingindo que ouvia o que os músicos tinham para lhe falar.

 

Layne se dedicou à arte nos últimos dias

Layne Staley fez a capa de Above, disco do Mad Season

O vocalista do Alice In Chains passava os dias trabalhando em sua arte, e vários materiais utilizados para ela foram encontrados espalhados pela casa.

Seu corpo foi encontrado semanas após a morte, e ele estava tão debilitado, que a sua mãe chegou a inclusive achar que tratava-se de um manequim desenhado e construído pelo próprio.

 

Ele acreditava que um fantasma da sua namorada havia lhe visitado dias antes da morte

Layne Staley e Demri Parrott

No livro Alice In Chains: The Untold Story, o autor David de Sola diz que Layne Staley acreditava que sua saudosa namorada, Demri Parrott, falecida em 1996, havia lhe visitado apenas alguns dias antes da morte em Abril de 2002.

A revelação teria sido dada a Mike Starr baixista do Alice In Chains, que fazia aniversário no dia 04 de Abril e foi até a casa de Laney encontrá-lo.

Por lá, ele ouviu o vocalista dizer que “Demri havia estado ali na noite passada”. Kathleen Austin, mãe de Demri, disse que após ouvir a história acreditava que a filha havia estado ali para que Layne “fizesse sua transição”.

Vale lembrar que após a morte do músico, Starr ficou com remorso pois esteve com ele um dia antes e não falou nada. Ele disse que ameaçou chamar a polícia ou procurar ajuda, mas Layne disse que se fizesse isso, nunca mais falaria com ele. Mesmo com a família de Staley dizendo que não o culpava, Starr dizia que se sentia com parcela de “responsabilidade” e em 2011 ele acabou morrendo após uma overdose de medicamentos controlados.

Vale lembrar também que a morte da namorada teve um impacto gigantesco na piora do estado de Layne, como a gente contou por aqui nessa triste história.

 

Layne poderia ser o vocalista do Audioslave

Audioslave

Morgen Gallagher, amigo de Staley desde 1986, disse que encontrou o músico em 2001 em uma festa e conversou um pouco com o cara, que não via há dois anos. Bem mais magro e sem os dentes, Layne estava irreconhecível e Gallagher disse que quando se despediu do amigo, chorou.

Em outro encontro no mesmo ano, duas semanas depois, um amigo fez uma festa para assistir ao Super Bowl e ele disse que os dois passaram brincando feito crianças durante toda a noite, se divertindo muito:

Naquele dia a gente estava conversando e ele disse que recebeu uma ligação dos integrantes do Rage Against The Machine, que estavam começando um novo projeto, e queriam que ele fizesse um teste. Ele disse que voltaria a fazer tratamento em uma clínica de reabilitação e iria para a audição em Los Angeles em dois meses. Ele nunca fez isso, então Chris Cornell ficou com a vaga.

Segundo Tom Morello, ele não se lembra de ter ligado para Layne Staley com a possibilidade de chamá-lo para o Audioslave, então as possibilidades são de que Gallagher se confundiu com a conversa ou, se ela realmente aconteceu, seria com o vocalista do Alice In Chains considerando a ideia de ligar para os integrantes do RATM e fazer um teste, e não o contrário.

 

Você faz falta, Layne Staley!

 

 
 Deslize a tela para baixo e continue lendo as notícias do TMDQA automaticamente! 

Comentários