A banda Souto, de Salvador, divulgou o clipe de “Morena da Barra”. A música foi produzida por Marcelo Seko, do Baiana System e é uma reflexão sobre amor, companheirismo e realização.

O vídeo do single foi dirigido e roteirizado por Luan Andrade em parceria com os próprios integrantes do trio, formado por formada por Vini Soares (vocal e guitarra), Felipe Oliveira (baixo) e Deco Nunes (teclado e sintetizadores). Assista abaixo:

 

Fleeting Circus

Fleeting Circus

Os cariocas do Fleeting Circus disponibilizaram o clipe de “Disconnection”, primeiro single do seu novo disco, que deverá ser lançado em breve. O trabalho tem direção de Marco Aurélio Abreu e conta com a participação do Patrick Laplan, que produziu o novo disco e gravou as baterias. A gravação durou um dia e foi realizada no próprio estúdio da banda, a Fleeting Cave.

De acordo com o guitarrista Felipe Vianna, a ideia para o clipe veio de forma natural e buscou algo simples e direto: “A gente queria algo que unisse a simplicidade da música, com a incoerência que há na letra e título da faixa”, explica. Veja abaixo:

Circo Litoral

circo-litoral

A banda baiana Circo Litoral divulgou seu primeiro videoclipe. “Além do Mar” é faixa-título do disco de estreia do grupo e o seu vídeo foi gravado na Praia da Ribeira, em Salvador. A produção é assinada por Thiago Ribeiro (Toco y me voy) e Dieguito Reis (Vivendo do Ócio).

Dirigido por Mário Neto, o clipe teve seu local de gravação escolhido por ser onde vive a maioria dos integrantes do grupo. A banda explica: “Pensamos justamente na transição de um mundo caótico, pautado pela rotina e pela padronização, para um mundo interno de auto descoberta, figurado pela ideia de mergulho nas águas do oceano que contornam o local onde a banda nasceu”. Assista:

 

Iara Rennó

iara_renno

A cantora e compositora paulista Iara Rennó lançou o videoclipe de “Ritmo da Moçada”, dirigido pela cantora Ava Rocha. A faixa está no disco Flecha, que saiu no ano passado.

O clipe de “Ritmo da Moçada” foi gravado durante o carnaval carioca de 2014. Com sua câmera, Ava Rocha acompanha Iara Rennó, criando uma narrativa poética, onde a personagem transita entre a solidão e a multidão. Confira: