Ho99o9
 

O duo de hip-hop (com influências fortíssimas de hardcore/punk) Ho99o9 – se pronuncia “Horror” – lançou o videoclipe para “City Rejects“, que faz duras e necessárias críticas ao racismo, que insiste em existir nos dias hoje.

O vídeo mostra um homerm branco com uma cabeça de TV dando chicotadas nas costas de um outro homem negro, sem camisa e com dreads – que é um dos integrantes, TheOGM. O homem branco, então, coloca uma corda no pescoço de TheOGM, para depois a corda virar uma corrente típica das que os rappers costumam usar, e isso simboliza a apropriação cultural.

Para o diretor do vídeo, Behn Fannin, a mídia, e sociedade em geral escolhem os elementos que gostam da cultura negra e pegam para si, mas rejeitam e julgam como feio o restante.

Os negros e a cultura negra possuem uma longa história de serem usados e apropriados para venderem, e isso continua até hoje. Preste atenção quando
uma pessoa branca em um comercial se faz de ‘vida loka’ ou canta rap para efeitos de comédia, e enquanto isso temos um cara negro fazendo personagem de vida loka ou traficante na maioria dos programas de TV.

Em outra parte do vídeo, as cenas fica num estilo vídeo-grame de 8 bits, com um policial atirando em um homem negro, enquanto TheOGM e Eaddy cantam o refrão da música.

O conceito das imagens em 8 bits, bem coloridas, também tem explicação. Segundo Fannin, a mídia explora uma parte de nosso cérebro com imagens coloridas e gráficas e chamadas sensacionalistas para chamar a atenção do público.

Assista ao vídeo abaixo!

capa do disco "united states of horror" do ho99o9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1. U.S.H.
2. War is Hell
3. Street Power
4. Face Tatt
5. When Death Calls (Interlude)
6. Bleed War
7. Moneymachine
8. Splash
9. Knuckle Up
10. Dekay (feat. Gnar)
11. Sub-ZerO
12. Feels Like… (Interlude)
13. City Rejects
14. Hydrolics
15. New Jersey Devil
16. United States of Horror
17. Blaqq Hole

Ho99o9

O Ho99o9 foi formado em 2014 e logo chamou a atenção. A dupla tem dois EPs lançados. No dia 5 de Maio sai o primeiro disco, intitulado United States of Horror.