Eita: Patrick Carney pegou “trauma” de turnês com The Black Keys

Em nova entrevista, o baterista do Black Keys afirmou se sentir mal de passar tanto tempo fora da estrada

The Black Keys no Lollapalooza Brasil 2013

Patrick Carney, o baterista do Black Keys, comentou um pouco com a Rolling Stone sobre sua vida longe da banda, que está parada há um ano e meio.

Desde o lançamento de Turn Blue, de 2014, o Black Keys vem levando as coisas com calma. Após uma moderada turnê, o vocalista Dan Auerbach criou o The Arcs e está planejando seu segundo álbum solo, enquanto Carney se ocupou produzindo discos para vários artistas e bandas. Porém, de acordo com o baterista, esse processo está sendo estranho.

“Eu amo fazer música com o Dan e estou animado para nosso próximo trabalho, e nós o faremos. Mas nós dois temos transtorno de estresse pós-traumático de estar constantemente na estrada”, comentou o músico.

Esse vai ser meu primeiro verão sem trabalhar desde que eu estava na sétima série. Digo, eu acordo todo dia e penso, ‘Eu não acredito no que eu e Dan já conquistamos’. Mas todos os dias, isso tudo parece cada vez mais distante, mesmo que só tenha se passado um ano e meio. Eu estava conversando com Win Butler [frontman do Arcade Fire] e alguns outros músicos, e eu estava tipo, ‘Que porra, nós não tocamos um show em um ano e meio!’ e eles falam ‘Cara, toda vez que nós lançamos um disco nós paramos por um ano e meio. Você precisa descansar.

E embora Carney esteja tirando as famigeradas férias, seu companheiro de banda não está dando sinais de que vai parar tão cedo. Sobre ele, o baterista comentou:

Ele é um tipo diferente de pessoa. Ele tem uma dificuldade maior em apreciar as coisas que conquistou. Você sabe o que as pessoas dizem no seu leito de morte? Eles se arrependem de ter trabalhado demais, e eu e o Dan trabalhamos pra caralho. Eu gostaria de vê-lo dando uma pausa. O motivo pelo qual [o Black Keys] está tirando férias é para ele descansar.

Tomara que a banda descanse bem para voltar com um ótimo disco no futuro!

Comentários