Scott Stapp fala sobre substituir Scott Weiland e “mensagem do túmulo” de cantor

"Ter esse lembrete de que ele costumava cantar nessa banda era quase como se ele estivesse conversando comigo de seu túmulo"

Art Of Anarchy com Scott Stapp

Recentemente o vocalista Scott Stapp deu uma entrevista para o Music Radar onde comentou sobre seu papel no grupo Art Of Anarchy, onde substituiu o grande cantor Scott Weiland após o cara ter um desentendimento com os outros membros da banda .

Eu tive algumas hesitações, mas elas não tinham nada a ver com a história da banda. A minha primeira hesitação era que eu vivia uma vida sóbria e minha sobriedade era muito importante para mim, então eu gostaria de saber no que eu estava me metendo. Eu não gostaria de me envolver com uma banda que estivesse fazendo festas, bebendo e usando drogas o tempo todo. Mas depois de encontrar com os caras e compartilhar minha opinião eles foram bem compreensíveis. Quando foi explicado que todos estávamos pensando a mesma coisa, aquilo abriu caminho para que nós seguíssemos em frente.

Scott Weiland deixou a banda antes de sua morte. Eles tiveram um desentendimento e nunca fizeram uma turnê. Então o jeito em que isso me afetou foi na minha abordagem, sabendo que esses caras tiveram um relacionamento que deu errado, eu queria fazer um esforço para mostrar para esses caras que eu era um cara humilde, um membro da equipe e para dar um pouco de influência positiva para eles também — para reviver a fé deles no que significa fazer parte de uma banda.

A vida do Scott Weiland me afetou além do seu envolvimento com o AOA. Que Deus o abençoe, que ele descanse em paz, e eu sinto muito pela sua mulher e seus filhos. A vida dele era um lembrete sobre para onde minha vida iria seguir se eu continuasse a usar drogas e álcool. Ter esse lembrete de que ele costumava cantar nessa banda era quase como se ele estivesse conversando comigo de seu túmulo, dizendo ‘Irmão, você precisa continuar nesse bom caminho ou isso poderá acontecer com você’. Isso realmente impactou meu desejo de continuar sóbrio um dia de cada vez.

Essa não é a primeira vez em que Weiland foi mencionado essa semana. Através de sua autobiografia, Steve Jones, o guitarrista do Sex Pistols, comentou sobre encontrar o ex-vocalista do Stone Temple Pilots em grupos de auto-ajuda um pouco antes de sua morte em 2015.

Vale lembrar que há pouco tempo o vocalista do Creed foi internado em uma clínica de reabilitação após passar por maus bocados.

Comentários