Quando você começa a se envolver com música e aprende a tocar algum instrumento, é difícil você não sentir a vontade de criar uma banda. E embora muitos consigam fazer isso, não é todo mundo que consegue viver de música.

Conseguir fazer de sua banda o seu “ganha-pão” é o sonho de muita gente, e na maioria das vezes parece ser algo impossível de se alcançar. E não é pra menos: de acordo com um estudo organizado por Russell Goldenberg e Dan Kopf, as chances do seu grupo realmente “fazer sucesso” são quase ínfimas.

Para isso, eles fizeram um levantamento de dados em Nova York, palco de uma das maiores cenas underground do mundo. Cerca de 7000 bandas fizeram shows em locais pequenos com capacidade para 250 pessoas no ano de 2013, e desde então a dupla conferiu a evolução de cada um desses grupos.

Como é de costume, muitas das bandas acabaram encerrando suas atividades ou trocando de membros, e das 7000 iniciais, somente metade desse número fez outra apresentação em Nova York desde o começo de 2014 até Outubro de 2016. E das bandas que tocaram de novo, somente 400 foram headliners de apresentações para mais de 750 pessoas.

Mas esse não é nem o dado mais incrível da análise: das 7000 bandas iniciais, somente 21 (!) conseguiram fazer um show com capacidade de 3000 pessoas, o que é considerado um ótimo nível de sucesso. Dentre esses grupos, estão Disclosure, Sylvan Esso, Sam Smith, Bastille, London Grammar, Chet Faker, Chance the Rapper, Mac DeMarco, 5 Seconds of Summer e Sturgill Simpson.

Isso revela um dado assustador: as chances da sua banda realmente “realizar o sonho” chega a ser 0,3% — no caso dessa amostra, pelo menos.

E isso é ainda mais complexo quando você se dá conta de que vários nomes dentre esses 21 artistas e grupos na verdade já haviam conquistado vários fãs em seus países de origem, tendo ido para os Estados Unidos já com um certo reconhecimento — como é o caso de Sam Smith, Bastille e Disclosure.

Você pode conferir mais detalhes da evolução desses artistas e de mais 3000 bandas nesse incrível compilado que os autores organizaram.

E boa sorte com o seu grupo!