Banda paraense Meio Amargo fala sobre amor em seu disco de estreia; ouça

Da capital paraense vem Meio Amargo, projeto do músico Lucas Padilha que teve seu disco de estreia lançado recentemente. O álbum, intitulado Tudo o que dissemos que não era, pode ser ouvido ao fim desta publicação e também está disponível nos principais serviços de streaming.

Apesar de ser um registro composto em sua maioria por música folk e falando sobre amor, não é um álbum piegas. Muito pelo contrário. O trabalho aborda o sentimento de forma honesta e adulta, com um violão tocado com destreza e canções que inspiram cantarmos juntos.

As referências do rapaz vão desde Wilco, passando por Mark Lanegan e terminando em Charles Bukowski, que é a inspiração para o nome dado ao trabalho.

Ao lado de João Lemos (Molho Negro), Manuel Malvar (ex-Norman Bates) e Netto (Turbo), Tudo o que dissemos que não era foi todo gravado em Belém e produzido por Diego Fadul (Aeroplano). A ilustração da capa é da artista paraense Layse Almada.

 
Compartilhar