A Regina Spektor cantou “Blowin’ in the Wind”, do Bob Dylan, na Women’s March

Cantora juntou-se aos protestos contra o presidente americano

Regina Spektor
 

Já noticiamos aqui sobre a Women’s March que aconteceu no dia 22 de Janeiro nos EUA (e se estendeu por outras cidades do mundo). Foi um protesto contra Donald Trump, eleito recentemente presidente do Estados Unidos.

Teve Madonna fazendo discurso, teve a Cindy Lauper não concordando com o discurso e teve também Regina Spektor cantando o clássico “Blowin’ in the Wind“, do Bob Dylan, que é vista por muitos como uma canção de protesto.

E isso tudo foi bem conveniente porque a família de Regina é russa e foi refugiada para os Estados Unidos. Diante de um piano, a cantora introduziu a música com um discurso:

Sou muito grata aos Estados Unidos da América por acolher a mim e muitos outros. Estamos tristes, mas não estamos desesperados. Estamos mexidos, mas não quebrados. Temos amor, temos fé, temos luz e temos uns aos outros.

Assista abaixo à performance de dois ângulos diferentes.

Here's another longer clip of the song (by the great Bob Dylan!) I loved hearing the beautiful crowd sing with me (it helped- I was holding back tears of happiness the whole time). What a special day! I will never forget it…Thank you! #whyimarch#womensmarch#love*i will try to post more pictures and clips curtesy of friends and friends of friends:-) I forgot to film/ take pictures most of the time cause I was just taking it all in…

Posted by Regina Spektor on Saturday, January 21, 2017

Comentários