Genial: com “Procurando Dory”, Ellen DeGeneres critica Donald Trump

Apresentadora explica a história do filme e mostra que está contra o ato de Trump

Ellen DeGeneres usa 'Procurando Dory' para criticar Donald Trump
 

A apresentadora americana Ellen DeGeneres contou a história do filme Procurando Dory para criticar o ato anti-imigração do atual presidente dos Estados Unidos Donald Trump. E o mais curioso: ela nem chegou a falar sobre o ato em si.

Ellen, que dá a voz ao personagem de Dory, comentou que o presidente assinou um decreto que proíbe imigrantes de sete países, em sua maioria muçulmanos, de entrarem nos Estados Unidos, mesmo aqueles que possuem green card.

Depois, contou que “no sábado [dia seguinte da assinatura do decreto], o presidente exibiu o filme ‘Procurando Dory’ na Casa Branca” e comentou “não gosto de falar sobre política, mas vou dizer que sou contra uma dessas duas coisas”.

Explicando a história do filme, DeGeneres conta:

“Dory mora na Austrália e seus pais nos Estados Unidos (…) Dory chega ao país com seus amigos Marlin e Nemo e ela acaba chegando em um Aquário atrás de um grande muro. Eles todos têm que passar pelo muro, e você não vai acreditar, mas o muro não tem efeito nenhum para deixá-los do lado de fora,” ela debocha sobre o plano de Trump em criar um muro na fronteira dos EUA com o México.

Mesmo Dory entrando nos EUA, ela está separada de sua família, mas os outros animais a ajudam. Animais que nem precisam dela. Animais que não têm nada em comum com ela. Eles a ajudam, mesmo eles sendo de diferentes cores, porque é isso o que você faz quando vê alguém precisando de ajuda – você ajuda. Bom, espero que seja isso que todo mundo que assistiu a ‘Procurando Dory’ aprendeu.

Com essa mensagem forte e honesta, Ellen DeGeneres recebeu fortes aplausos de sua plateia. Você pode conferir o vídeo completo, e em inglês, logo abaixo:

LEIA TAMBÉM: Proibição de Donald Trump impedirá que indicado ao Oscar vá à cerimônia

  

Comentários