Steven Adler fala sobre possível retorno ao Guns N’ Roses: “quero muito fazer parte disso”

Baterista também comenta sobre sua sobriedade

Steven Adler com o Guns N' Roses
 

O baterista Steven Adler conversou sobre seu possível retorno ao Guns N’ Roses durante um AMA no Reddit, e revelou algo que animou os fãs.

Junto de sua mãe, Deanna Adler, que estava divulgando seu novo livro Sweet Child Of Mine: How I Lost My Son to Guns N’ Roses, o artista respondeu perguntas feitas diretamente pelos usuários do site.

Um deles perguntou o motivo de o chamarem de Steven ‘Popcorn’ Adler, e se ele pensa em se juntar de vez ao grupo além das aparições aleatórias que aconteceram na turnê Not In This Lifetime. Leia a resposta:

Fizemos aquele show no Ritz que foi transmitido ao vivo pela MTV e ele [Axl Rose] me apresentou como Steven ‘Popcorn’ Adler. Foi apenas uma única vez. (…) Eu acho que foi porque meu cabelo pula muito quando toco, como uma pipoca estourando. […]

Me diverti muito ano passado fazendo os shows em que pude tocar com eles. (…) Se fossem os cinco caras originais, Izzy, Axl, Slash e Duff, então sim, eu toparia. Caso contrário, não teria a magia e não é justo com os fãs. Eu e Izzy, na verdade, queremos muito fazer parte disso.

O baterista também comentou sobre sua sobriedade, dizendo que quem está passando por isso deve ser paciente e viver a vida cada segundo e cada dia por vez.

“Vá às reuniões. Você pode ir para o AA, fale com seus amigos, com seu ministro da igreja, seu rabino, só não guarde para você”, disse sua mãe Deanna. “Não desista da pessoa que você ama e entenda que isso é uma doença. É como se fosse asma ou câncer, você não vai desistir da pessoa só porque ela precisa de um inalador”, completou Steven.

No livro de Deanna, ela fala honestamente sobre como foi criar um filho que se tornou membro de uma das melhores bandas de rock da história e como seu vício em heroína tomou proporções épicas.

O trabalho fala sobre o amor e a devoção de uma mãe pelo filho e foi lançado essa semana nos Estados Unidos. Ainda não se sabe se o livro terá uma versão em português.

 
 Deslize a tela para baixo e continue lendo as notícias do TMDQA automaticamente! 

Comentários