Discos favoritos da Drenna
 

A banda brasileira Drenna está lançando um novo disco de estúdio chamado Desconectar.

O álbum traz diversas influências que formam a sonoridade do grupo e convidamos a sua vocalista, que batiza a Drenna, para nos falar sobre 10 discos de mulheres que não saem da sua playlist.

As escolhas vão do rock à mpb, e você pode conhecer/revisitar muita coisa boa na sequência.

Ao falar sobre a escolha, Drenna comentou:

É difícil olhar pra trás e selecionar quais artistas mais me influenciaram durante toda essa trajetória, mas trocando uma ideia com a galera, vi que estamos sempre cercados de boas influências, e com a internet pra nos ajudar, podemos buscar músicas e artistas a qualquer hora e lugar.

Divirta-se!

Janis Joplin – Pearl

Janis Joplin - PearlConheci Janis Joplin meio que por acaso. Sempre diziam que eu tinha que ouvir, até que um dia, visitando uma loja de discos, avistei o álbum Pearl e comprei. Fiquei impressionada com a profundidade emocional que ela conseguia passar nas músicas, e me apaixonei pelo modo como ela interpretava as canções, ouvi esse disco tantas vezes que perdi a conta.

 

Joanna Connor – Nothing But The Blues

Joanna Connor - Nothing But The BluesGanhei de um amigo uma coletânea de blues, e nela estava essa artista incrível, além de ter uma voz ótima, músicas boas, ela é uma excelente guitarrista.  Solos maravilhosos e um domínio incrível do Slide! por isso é um disco que ficou no repeat durante muito tempo, e toda vez que eu ouço, dá vontade de pegar a guitarra e tocar!
Minha sugestão é o álbum Nothing But The Blues.

 

Björk – Post

Björk - Post

Um disco que me marcou muito foi o Post.

Esse disco é muito maravilhoso, conhecia o som da Björk por causa dos videoclipes, sempre fora do comum, demorei a conseguir ter um álbum em mãos. Um dia estava andando pelo centro da cidade e vi uma pequena lojinha de discos, lá encontrei esse álbum maravilhoso de segunda mão, comprei!
Quando cheguei em casa eu ouvi pela primeira vez, pensei: quem teria coragem de se desfazer de um disco tão bom assim? Vai saber a história, não é? Pelo menos esse disco estava destinado a parar nas minhas mãos e desde então Björk passou a ser uma das minhas cantoras prediletas.

 

Marilina Bertoldi – Sexo Con Modelos

Marilina Bertoldi - Sexo Con ModelosDe vez em quando gosto de pesquisar novos artistas, ouço muita coisa, e numa dessas pesquisas me deparei com essa artista da Argentina.

Fiquei encantada com o som e com a voz melodiosa dela, cheguei nela por causa da banda que ela tinha, chamada Connor Questa, que é ótima por sinal, e agora ela está em carreira solo e lançou um álbum incrível em 2016!

 

Aurora – All my demons greeting me as a friend

Aurora - All my demons greeting me as a friendOutra artista que conheci através de pesquisas, voz doce, arranjos suaves, músicas gostosas de ouvir, me ganhou, esse disco eu ouço incansavelmente.

 

Rita Lee – Reza

Rita Lee - RezaNo caso da Rita, indico a discografia inteira, não tem como ouvir e não se deixar influenciar pela obra dela.

Porém, tem um álbum especifico pelo qual tenho um certo carinho, e é o Reza. As letras são divertidas, irônicas e interessantes, características marcantes na música da Rita, porém esse álbum eu realmente acho que é incrível.

 

Elza Soares – A Mulher do Fim do Mundo

Elza Soares - A Mulher do Fim do MundoOutro álbum que não sai da minha playlist é um dos melhores álbuns lançados recentemente, A mulher do fim do mundo, da Elza Soares.

Letras bem trabalhadas, temas variados, arranjos excelentes, samba com distorção de guitarra! Que disco incrível! E o timbre de voz da Elza é sensacional.

 

Alanis Morissette – Jagged Little Pill

Alanis Morissette - Jagged Little PillUm dos primeiros álbuns que eu comprei foi Jagged Little Pill da Alanis Morissette.

Quando cheguei em casa com esse álbum, coloquei pra ouvir e ele ficou em loop. Devo ter ouvido umas 10 vezes ininterruptas, só no primeiro dia. Amo a voz da Alanis e todas as canções desse disco, tanto que fiz questão de aprender a tocar todas as músicas desse álbum no violão.

 

 

Céu – Céu

Céu - CéuUm dia, voltando de um show, um amigo pediu pra colocar um som que ele gostava e me apresentou o álbum de estreia da cantora Céu.

Eera a primeira vez que eu ouvia o som dela, e fiquei maravilhada com as texturas musicais trabalhadas nesse disco, os sons eletrônicos e a voz suave. Esse álbum é belíssimo.

 

Jennifer Batten – Above, Below and Beyond

Jennifer Batten - Above, Below and BeyondAssistindo a uma apresentação clássica de Michael Jackson, reparei naquela personagem de cabelos gigante e platinado tocando de forma absurda a guitarra e correndo por todo o palco.

Não tinha como tirar os olhos dela e depois disso fiz questão de procurar mais sobre essa artista e me aprofundar mais em seus trabalhos.

Indico o álbum Above, Below and Beyond, dessa verdadeira guitar hero.