Billy Corgan volta a sinalizar reunião do Smashing Pumpkins

Banda deve se reunir com James Iha, Jimmy Chamberlin e D'arcy Wretzky

The Smashing Pumpkins

Em 2016, Billy Corgan passou boa parte do ano dando sinais de que o Smashing Pumpkins voltaria aos palcos com a sua formação clássica.

Ele já vem tocando com o baterista Jimmy Chamberlin, recebeu James Iha no palco e a baixista D’arcy Wretzky disse que estava aberta para um retorno ao grupo.

Todos os ingredientes estão à disposição e, ao que tudo indica, a reunião deve mesmo acontecer, mesmo que segundo Corgan, possa não durar muito tempo:

Eu acabei de conversar com James Iha e as coisas estão indo bem para que a gente toque juntos novamente. Estamos conversando, vamos ver.

O lance é o seguinte, para ser honesto, há vontade para que a gente toque, mas o mundo mudou demais desde a última vez que tocamos. O lance da reunião sempre é um pouco estranho, porque as pessoas criam expectativas. Então meu lance todo é que se iremos fazer isso, acho que o faremos para que as pessoas fiquem felizes e para não ir contra o que as pessoas gostariam de ouvir, esse tipo de coisa. Mas meu interesse nisso é meio que limitado. Não irei seguir adiante com isso por 14 anos.

A declaração veio em uma entrevista transcrita pelo site Alternative Nation e pode ser que a reunião seja adiada por pelo menos um semestre, já que a maioria dos grandes festivais pelo planeta anunciou seus line-ups e o Smashing Pumpkins não aparece em nenhum deles.

Sem dúvida alguma, com uma reunião da formação clássica, o grupo de Billy Corgan automaticamente se tornará alvo dos produtores de eventos mundo afora.

Enquanto isso não acontece, vamos todos chorar com a belíssima “Disarm”, na sequência.

Comentários