Ouça o novo single da Majur!

Sylvester Stallone acaba de não dar um grande passo em sua carreira política – por um motivo bem aceitável. O eterno Rocky recusou uma oferta de trabalhar para Donald Trump, o presidente eleito dos Estados Unidos. Na oportunidade recusada, Stallone presidiria a fundação Nacional de Artes e comandaria todo o financiamento voltado para artes no país.

Segundo um comunicado divulgado com o posicionamento de Stallone, ele está “incrivelmente lisonjeado por ter sido cogitado para se envolver com a Fundação Nacional das Artes. No entanto, eu acredito que eu poderia ser mais eficaz trazendo a atenção nacional para militares, em um esforço para encontrar um emprego remunerado, habitação adequada e assistência financeira que esses heróis respeitosamente merecem.”

O recado não surpreende e é mais um convite não aceito para o apoio de Trump por parte de algum artista.

Até agora, a única que aceitou participar da cerimônia de posse do Republicano é a ex-participante do programa America’s Got Talent, Jackie Evancho, mas a apresentação pode ter saído após um acordo de suborno, como apontou o site Consequence of Sound.