Tiny Moving Parts

Estamos a uma semana da véspera do Natal, mas nem por isso deixaríamos de aparecer aqui com a nossa lista de sugestões de bandas internacionais para vocês.

Divirta-se!

1The XX

A banda britânica foi formada em 2005 mas lançou seu primeiro disco, homônimo, apenas em 2009.

Junto com o álbum e seu sucessor, Coexist (2012), a banda tornou-se um dos nomes mais quentes do rock alternativo nos últimos anos e agora se prepara para o lançamento do terceiro disco, I See You, em Janeiro de 2017.

O XX vem ao Brasil no ano que vem para tocar no Lollapalooza em São Paulo.

 

2Tiny Moving Parts

A banda de Minnesota, nos Estados Unidos, foi formada em 2010 e de lá pra cá já lançou três discos, sempre passeando pelo post-hardcore, math rock, emo e rock alternativo.

Em 2016 veio o ótimo Celebrate, que entrou em nossa lista com os 50 melhores discos internacionais do ano.

 

 

3Cró!

Essa banda vem da Espanha e faz uma mistura interessantíssima de rock progressivo, post-rock e psicodelia.

O grupo acabou de disponibilizar um novo álbum chamado Mounstros, que pode ser ouvido logo abaixo na íntegra.

 

 

4Kurt Vile and the Violators

Kurt Vile é um daqueles caras que misturam rock and roll e indie com música folk e lança grandes álbuns com grandes canções.

Seu último trabalho, o sexto da carreira, saiu em 2015 com o disco B’lieve I’m Goin Down e foi um dos registros mais celebrados do ano.

Em 2017 o cara deve voltar à ativa já que vem sendo confirmado em diversos festivais pela Europa.

 

5The Get Up Kids

The Get Up Kids foi uma das bandas mais influentes para o emo ao final dos anos 90, principalmente com o lançamento de uma das obras primas do gênero, o disco Something To Write Home About em 1999.

O grupo fazia o tipo de emo que se aproximava muito mais do rock alternativo e do indie do que aquele que acabou se popularizando na metade dos anos 2000, e de lá pra cá lançou discos sólidos como Guilt Show (2004), entrou em hiato, e voltou às atividades para turnês e um novo álbum que não convenceu, o fraco There Are Rules de 2011.

Até então, porém, a discografia do grupo é daquelas para vasculhar e se maravilhar.

Nos últimos meses o grupo tem publicado fotos de estúdio no Instagram, então é possível que 2017 seja um ano de retorno com novo material.

 

5 bandas internacionais

The InterruptersVocê pode ver as outras listas de 2016 clicando aqui.