Simple Plan lota o Circo Voador em show cheio de energia e suor

Grupo do Canadá está em turnê mundial do álbum "Taking One For the Team", seu quinto trabalho de estúdio

Simple Plan no Rio de Janeiro
 
 
 
 

Fotos por Caio Mainenti

Em sua sétima passagem pelo Brasil, os canadenses do Simple Plan voltaram ao Rio de Janeiro na última sexta-feira (9) para se apresentar no Circo Voador, na Lapa, com a turnê do mais recente álbum do grupo, Taking One For the Team, lançado em fevereiro deste ano. Diante de uma plateia jovem e animada, que lotou a casa de shows, a banda fez subir ainda mais a temperatura na Cidade Maravilhosa, em noite de forte calor.

O show, realizado por meio da plataforma de financiamento coletivo Queremos!, começou cedo, às 22h08, quando Pierre Bouvier (vocal), Sébastien Lefebvre (guitarra e backing vocals), Jeff Stinco (guitarra) e Chuck Comeau (bateria) surgiram em cima do palco, para histeria dos fãs. A música escolhida para abrir a apresentação foi “Opinion Overload”, presente no disco novo. Após a recepção calorosa dos cariocas, o Simple Plan, que não trouxe o baixista David Desrosiers para a excursão sul-americana, emendou com “Jet Lag”, do trabalho anterior do grupo, Get Your Heart On! (2011).

Depois da execução da faixa, Pierre fez o primeiro contato com o público. “Rio, como vão vocês? Nós somos o Simple Plan. Estão todos prontos para festejar conosco?”, questionou, levando a galera a fazer muito barulho. Na sequência, o vocalista disse: “Vamos pular!”, em referência a um dos clássicos do início da carreira, “Jump”, música do álbum Still Not Getting Any… (2004). Claro que ninguém ficou com os pés grudados no chão.

A apresentação continuou com “I’d Do Anything”, do disco de estreia No Pads, No Helmets… Just Balls, de 2002, e “Boom!”, single disponibilizado em novembro de 2014. Logo depois veio o maior sucesso do grupo, “Welcome to My Life”, acompanhado a plenos pulmões pela plateia, que tinha a letra na ponta da língua. Ao final da execução, Pierre se referiu ao calor que fazia na cidade. “Está tão quente aqui. Acho que vou tirar a minha camisa”, ameaçou o cantor, deixando as moçoilas em polvorosa.

O repertório seguiu com “Addicted” e “Your Love is a Lie”, do autointitulado Simple Plan, marcando um dos pontos mais altos da apresentação. Tanto que em seguida Pierre teceu diversos elogios ao público brasileiro. “Nós temos vindo ao Brasil há cerca de 12 anos e aqui é um dos nossos lugares preferidos. Vocês são muito loucos! Só não contem para os outros”, brincou, arrancando risadas do público. A canção seguinte no setlist foi “Perfectly Perfect”, atual música de trabalho do Simple Plan e que mostrou já ter ganhado o carinho dos fãs.

Como bom galanteador que é, Pierre aproveitou a pausa depois da faixa para elogiar as mulheres do país. “Eu amo garotas brasileiras”, revelou, recebendo de volta muitos gritos estridentes e aplausos. Após a brincadeira, o Simple Plan botou todo mundo para dançar com o mash up de “Uptown Funk”, de Mark Ronson e Bruno Mars, e “Can’t Feel My Face”, do The Weeknd. Mais para frente, em “Summer Paradise”, bolas foram atiradas em direção à plateia e tanto Pierre quanto o público ficou as jogando para o alto sem parar.

Em seguida, antes de “Crazy”, o vocalista arremessou garrafas d’água para quem estava no aperto próximo da grade. Na reta final da apresentação, vieram “I’m Just a Kid”, “Shut Up” e “Perfect World”. Se os fãs estavam esperando por “Untitled” na sequência, a banda tinha uma surpresa. Depois de falar sobre como a música pode fazer a diferença na vida de qualquer pessoa, Pierre anunciou que a próxima canção seria “This Song Saved My Life”, tendo ótima resposta da plateia.

Para fechar o show com chave de ouro, às 23h33, o Simple Plan tocou “Perfect”. Rodeada por luzes de celulares, a banda, pela última vez naquela noite, contagiou o público do Rio de Janeiro, que pode ter voltado para casa ensopado de tanto suor, mas carregando uma felicidade imensa no peito.

Setlist:

1. “Opinion Overload”
2. “Jet Lag”
3. “Jump”
4. “I’d Do Anything”
5. “Boom!”
6. “Welcome to My Life”
7. “Addicted”
8. “Your Love Is a Lie”
9. “Perfectly Perfect”
10. “Uptown Funk”/ “Can’t Feel My Face”
11. “I Can Wait Forever”
12. “Farewell”
13. “Summer Paradise”
14. “Crazy”
15. “I’m Just a Kid”
16. “Shut Up”
17. “Perfect World”
18. “This Song Saved My Life”
19. “Perfect”