Chris Cornell em Londres
 
Ouça o novo single da Majur!

Em entrevista recente ao portal Full Metal Jackie, Chris Cornell confirmou que em 2017 vai priorizar a gravação e turnê do novo disco do Soundgarden em relação à sua carreira solo:

Vai ser em 2017, as duas coisas devem acontecer. Tirando qualquer imprevisto, eu não vejo nenhuma razão para que essas duas coisas não aconteçam. Mas a próxima coisa na qual estou me concentrando 100% é o próximo álbum do Soundgarden.

Cornell ainda falou sobre as mudanças de formação do grupo e a gravação de Badmotorfinger, que comemorou 25 anos em 2016:

Com a entrada de Ben Shepherd e toda sua criatividade, foi tudo imediato, além de estarmos mais experientes. Foi muito bom para nós. Acho que fizemos o álbum definitivo, que representava quem tínhamos sido nos últimos anos. Até hoje, acho que o disco chegou em um momento de transição da música comercial. Havia uma cena de metal independente muito forte, havia um monte de coisas acontecendo. O álbum atingia vários mundos diferentes, e estava fazendo isso com sucesso. O Soundgarden foi a primeira banda que tocava no 120 Minutos, da MTV, e ao mesmo tempo em qualquer programa de heavy metal.

Antes de nós, não havia banda que fizesse isso, você estava em um ou outro, e esse conceito nem sequer fazia sentido para as pessoas. Como você pode estar no Headbanger’s Ball e então estar em algum programa indie? Nós estávamos, e isso foi uma espécie de conceito novo que acabou sendo seguido por um monte de bandas. Mas Badmotorfinger foi o primeiro, e ‘Louder Than Love’ liderou o caminho, foi a música que começou tudo isso. Muitas coisas aconteceram no momento certo para nós.