Rage Against the Machine
 

O Rage Against The Machine fez alguns shows pelo mundo quando resolveu sair de um hiato em 2007 e a última apresentação da influente banda aconteceu em 2011.

De lá pra cá era de se imaginar que muitos convites continuassem acontecendo com o grupo e agora quem confirmou que isso realmente é comum foi Jim Florentine, conhecido como um dos apresentadores do programa That Metal Show.

Durante participação no podcast de Bill Burr, ele falou sobre o Rage e, principalmente, o vocalista Zack De La Rocha, que parece ser quem não se anima com a ideia de um retorno:

Há milhões e milhões de dólares em jogo para que eles toquem em festivais da Europa para 80 mil pessoas, e para que façam uma turnê pelos Estados Unidos, mas o cara [Zack De La Rocha] simplesmente não quer.

A banda se encontra uma vez por ano. Ele nem tem um telefone celular, eles precisam ligar para alguém que liga para alguém, parece quando os EUA estavam tentando encontrar Bin Laden. Ele aparece, aí eles falam sobre o Rage Against The Machine.

‘Você quer lançar uma remasterização ou algo do tipo?’

‘Ok, beleza.’

Aí eles ficam junto por algumas horas e ele diz: ‘Até mais caras!’

E aí some por mais um ano. Eles falam tipo, ‘Olha, há uma oferta de 80 milhões de dólares se a gente fizer 50 shows.’

E ele só diz: ‘Não, estou bem, estou bem assim.’

Ao que tudo indica parece que a reunião do RATM está no mesmo caminho que o retorno do Oasis, dependendo de apenas um cara que não faz muita questão de que isso aconteça.

Prophets Of Rage

Enquanto Zack continua “bem assim”, o resto da banda está se movimentando com o Prophets Of Rage, que tem 3/4 do Rage Against The Machine, além de membros de Public Enemy e Cypress Hill.

A banda será uma das atrações do Maximus Festival, em Interlagos, em 2017.

Zack De La Rocha

Segundo rumores, Zack De La Rocha vem trabalhando em um disco solo há longos anos.

2017 pode finalmente ser o ano em que teremos o lançamento do trabalho, já que há alguns dias tivemos um gosto do material.