O System Of A Down tem uma discografia das mais respeitadas do rock and roll nos últimos anos.

Em menos de uma década, entre 1998 e 2005, os caras lançaram cinco dois discos mais influentes no período e se consolidaram como uma verdadeira entidade que arrasta multidões de fãs a seus shows mesmo sem lançar material novo há 11 anos.

Recentemente o baterista da banda, John Dolmayan, garantiu que o grupo finalmente está trabalhando em um novo disco, com 15 músicas já prontas, e para nos prepararmos criamos esse ranking com a discografia do SOAD.

Chamar de “pior” é até uma maldade, já que a banda norte-americana cheia de influências da Armênia não tem nenhum disco abaixo da média em seu catálogo, mas tivemos que colocá-los em uma ordem e você irá ver tudo na sequência.

Divirta-se e nos diga, nos comentários, qual seria a sua ordem.

 

5Hypnotize (2005)

Hypnotize, lançado na dobradinha com Mezmerize, em 2005, é um grande álbum.

Com uma discografia tão robusta, é difícil escolher quem fica com o final da lista, mas o disco aparece por aqui muito em função da explosão que se deu com Mezmerize, o que acabou o ofuscando.

Tendo vendido 8 milhões de cópias no mundo todo e chegado ao topo da Billboard o disco só peca pelo impacto menor que seu antecessor, lançado seis meses antes, e experimentações não muito bem recebidas por todos como em “Vicinity of Obscenity”.

 

4System Of A Down (1998)

System Of A Down, lançado em 1998, é uma das melhores estreias da história do heavy metal.

Com seu primeiro disco a banda mostrou a mistura certeira de influências da cultura da Armênia com riffs potentes e baterias pesadas.

Não apenas é um grande disco como rendeu singles icônicos até hoje através de canções como “Sugar” e “Spiders”.

Com forte carga política desde cedo, as letras em sua maioria de Serj Tankian colocavam o dedo na ferida e começavam a virar os holofotes do mundo da música pesada para a banda.

 

3Steal This Album! (2002)

Lançado um ano após a explosão mundial do disco Toxicity, Steal This Album! foi cercado de expectativas e dúvidas.

Inicialmente foi anunciado que o álbum seria uma coletânea de sobras do disco anterior, mas depois a banda fez questão de garantir que ele é um disco de estúdio sim, o chamado full length, apesar das músicas terem sido compostas durante a época de Toxicity e não utilizadas apenas porque “não seguiam a continuidade do trabalho”.

Serj Tankain e John Dolmayan, vocalista e baterista da banda respectivamente, já deram declarações dizendo que esse é o álbum favorito de ambos.

Nele estão canções entoadas até hoje pelo grupo e seus fãs como “I-E-A-I-A-I-O”, que costuma abrir os shows da banda, “Fuck The System” e “Boom!”.

 

2Mezmerize (2005)

Mezmerize é o mais recente grande trabalho do System Of A Down.

Lançado quatro anos após a banda invadir a MTV e as rádios de todo o planeta, o álbum tomou o mundo de assalto quando, logo de cara, a explosiva “B.Y.O.B.” foi lançada como single.

Não apenas a banda mostrou que ainda tinha energia de sobra para seus instrumentais, a canção e o disco ainda apresentaram mais uma série de grandes letras com críticas políticas e sociais.

 

1Toxicity (2001)

Toxicity é a cereja no bolo de uma das mais importantes carreiras do rock and roll nos anos 90 e 2000.

Liderado pelo single “Chop Suey!” o disco chegou aos grandes públicos e mostrou que era muito mais do que apenas um single bombado nas rádios.

Aqui o System Of A Down mostra suas várias caras, alterna vocais melódicos e pesados, riffs de guitarra matadores com baladas como “Aerials”, uma faixa título que resume bem tudo isso e consolida Toxicity como um dos trabalhos mais importantes e influentes da década.

Que venha mais um disco do System Of A Down para completar essa discografia!

 

Ranking: do Pior ao Melhor Álbum

Veja nossas outras listas com rankings das discografias de bandas:

Compartilhar