Pussy Riot lança videoclipe de
 

A banda punk feminista russa Pussy Riot lançou o videoclipe de “Straight Outta Vagina” em resposta ao candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump.

A música é uma “celebração à vagina” e surgiu após Trump dizer que quando conhece mulheres ele as “pega pela vagina”.

Poder feminino e sexualidade feminina ainda precisam ser descobertos. Discutido. Realizado. Vivido até.
As mulheres foram escravas do mundo durante séculos. Mulheres têm o seu direito ao voto a menos de 100 anos. Rússia (1917), EUA (1919), SuÍça (1971). Ainda estamos prestes a construir outras funções, normas, ética para os proprietários de vaginas.
E o proprietário de vagina não é um macaco laranja estúpido narcisista que afirmou poder facilmente pegar mulheres pelos suas bocetas. O proprietário da vagina é uma mulher. Quem usa sua vagina como um distintivo de honra.
Boceta é um novo pau, senhoras.
‘Straight Outta Vagina’ foi escrita com grande amor e respeito por
David Andrew Sitek, Nadya Tolokonnikova, Desi Mo Bradley, Leikeli47, e Josh Werner

A banda Pussy Riot ainda deve publicar mais dois vídeos comentando a política russa e americana.

Pussy Riot e ativismo

A banda ficou conhecida mundialmente por conta da luta feminista e política na Russia. As líderes do Pussy Riot, Nadya Tolokonnikova e Maria Alyohina ficaram presas por mais de um ano em 2012, após fazerem um show não autorizado na Catedral de Moscou, sendo acusadas de vandalismo e intolerância religiosa.

O grupo faz oposição ao presidente russo Vladmir Putin, principalmente por suas ideias conservadoras, patriarcais e as leis anti-lgbts.

Ouça o novo disco do The Who!