João Gordo diz que “nunca viu alguém cheirar tanto” como Kurt Cobain

Viva La Vida Tosca!, livro de líder do Ratos de Porão, será lançado em Novembro

João Gordo e Kurt Cobain
 
 
 
 
 

Em Novembro o icônico músico brasileiro João Gordo irá lançar uma biografia.

A jornalista Mônica Bergamo publicou, em sua coluna na Folha, alguns trechos curtos do que vem por aí no livro, todos em torno da visita do Nirvana ao Brasil em 1993.

Gordo disse que na madrugada depois do show do grupo no Morumbi, um dos piores da carreira, Kurt Cobain consumiu quantidades enormes de cocaína:

Nunca vi alguém cheirar tanto. Vinha aquele prato de tecão e ele mandava nas duas narinas. Nunca vi nada igual. Até eu arreguei antes dele.

Vale lembrar que boa parte do “desânimo” da banda veio depois dela ficar sabendo que o show fazia parte de um festival patrocinado por uma marca de cigarros, o Hollywood Rock.

Ainda segundo o vocalista do Ratos de Porão, no dia seguinte enquanto voltavam ao centro de São Paulo de carro, Courtney Love correu atrás de uma travesti na rua Amaral Gurgel:

A louca saiu do carro com o vestido todo aberto, com os peitos aparecendo, e foi lá bater papo com o traveco. Ela queria pegar na bunda da trava de qualquer jeito, queria porque queria apalpar o traveco, que não entendeu porra nenhuma.

João Gordo

Viva La Vida Tosca! é o nome da biografia de João Gordo que será lançada pela editora DarkSide em Novembro.

Entrevista

Em 2013 a NOIZE publicou uma entrevista muito bacana com João Gordo onde ele falou sobre Nevermind e várias outras passagens suas com o Nirvana.

Você pode ler sobre como, por exemplo, ele e o Ratos de Porão já conheciam Dave Grohl bem antes da fama por aqui.