Bruce Springsteen fala sobre como a morte de Prince mudou sua vida

Músico comentou sobre o acontecimento em entrevista para a Rolling Stone

Bruce Springsteen no Rio de Janeiro
 
 
 
 
 

Foto de Bruce Springsteen no Rio de Janeiro via Shutterstock

Ao mesmo tempo em que 2016 contou com vários álbuns importantíssimos para a música mundial, o ano infelizmente também teve uma quantidade inesperada de perdas, dentre elas os lendários músicos David Bowie e Prince.

Em entrevista para a Rolling Stone, o também incrível Bruce Springsteen falou um pouco sobre como o falecimento dos músicos impactou a sua vida.

Foi algo terrível. Uma grande perda e uma tragédia. Eu sentia uma relação de sangue com Prince.

Quando eu ia assistir a ele [Prince], eu dizia, ‘Ah, cara, ok, de volta à estaca zero’. Tinha um filme dele de um show no Arsenio Hall, onde ele tocava uma série de músicas seguidas. Foi uma das presenças de palco mais incríveis que eu já vi. E ele sabia tudo. Ele sabia o que fazia e mandava ver. Desde os anos 60 e 70 com seu Sam e Daves e seus James Brown, ele foi um dos melhores artistas ao vivo. Eu estudei aquilo por muito tempo e fiz o melhor que pude de acordo com meu talento. Mas ele levava isso a um outro nível.

Eu não pude acreditar quando eu soube da sua morte. Qualquer morte te dá uma visão renovada. É uma parte que os mortos passam para nós. Uma chance para olharmos as nossas vidas e o mundo novamente. É uma experiência poderosa.

Você pode ler a entrevista na íntegra (em inglês) clicando aqui. O músico recentemente lançou uma autobiografia intitulada Born To Run juntamente do álbum Chapter and Verse para acompanhá-la.