fernando-maranho-hipercubo
 

Fernando Maranho fez seu nome por aí como guitarrista da Cérebro Eletrônico, e assim como Tatá Aeroplano, se aventura em voos solos com o lançamento de Hipercubo. 

Composto basicamente por melodias que passeiam entre o indie rock dos anos 90, o trabalho tem 11 faixas e até já ganhou um show de lançamento por São Paulo, realizado no último dia 23 de Setembro, na Associação Cultural Cecília.

O álbum, produzido pelo próprio Fernando Maranho com apoio de Renato Cortez na edição, produção e mixagem, faz um passeio interessante pelas ideias do músico, já que ele se dedicou a compor sozinho quase todas as faixas.

“Nesse disco, eu não recuperei faixas não gravadas nas outras bandas. Para mim, era importante que as músicas representassem o agora”, diz.

Ainda assim, Fernando não rompe com a sonoridade que trouxe de influência tanto do Cérebro Eletrônico quanto do Jumbo Elektro, criando uma continuidade de seus trabalhos anteriores.

“Minhas referências são as mesmas. Não acho que deveria mudar apenas por mudar”, conta Fernando, em release oficial de divulgação do trabalho.

Com participações especiais é claro, de Tata Aeroplano, o disco também conta com  Hélio FlandersJoão Sobral, Meno Del Picchia e Mayara Moura entre os convidados e foi gravado no Migue Estúdio. Ouça o resultado abaixo: