Ouça o novo single da Majur!

A banda curitibana Trem Fantasma está de volta e irá lançar um novo disco de estúdio chamado Lapso em 21 de Outubro.

O álbum foi co-produzido por Beto Bruno, da banda Cachorro Grande, que não apenas ajudou os caras a gravarem o disco como também escreveu sobre como tudo nasceu em encontros de aeroporto e um show do Tame Impala:

Quase um ano depois, em um outro aeroporto — nesse caso o de Curitiba —, eu encontrei o Dank — que faz parte da banda — bebendo no restaurante do andar de cima. Nós estávamos com o voo atrasado havia horas e também estávamos bebendo. Por isso tomei coragem e fui falar com o cara. Me apresentei, pedi para tirar uma foto com ele e me declarei como um grande fã. Não sei se ele levou a sério, mas trocamos contatos e combinamos de nos encontrar no show do Tame Impala em São Paulo, que seria dali a um mês.

Como planejado, assistimos juntos ao show e saímos para beber na Augusta. Falei que realmente queria produzir o disco de estreia deles. Combinamos que ele iria me mandar 10 músicas demo em 30 dias. Foi apenas 6 meses depois que eles me mandaram as músicas e me apaixonei por elas de primeira. Fiquei muito empolgado com as canções e começamos a montar um esquema para gravá-las, após o término das sessões do Costa do Marfim que estavam rolando nessa época. Botei no jogo dois amigos de muito tempo para nos ajudar. Fantástico… mostrei o som para o Rodrigo Garras, da gravadora Selo 180, e caiu o cu dele. É claro que ele lançaria, porque não é burro.

E o Siri, Sanjai, que seria o cara para me ajudar a produzir o disco e conhecia todos os estúdios de Curitiba. Os dois entraram de cabeça.

Parabéns.

O TMDQA! teve a oportunidade de participar de uma audição fechada do disco na capital paranaense e atesta que, realmente, o trabalho é dos mais competentes.

Psicodelia na medida certa, efeitos sem exagero, muitas guitarras e influências claras de Pink Floyd, Tame Impala e traços do hard rock.

Hoje o grupo está lançando o primeiro single do trabalho, “Lua Alta”, e você pode ouvir logo abaixo.