Lollapalooza Brasil
 
Ouça o novo single da Majur!

Ontem pela manhã a organização do Lollapalooza Brasil 2017 anunciou seu line-up e o resto do dia foi tomado por pessoas odiando a lista de bandas e artistas e por outras tantos amando a escalação.

Fato é, que na maioria das vezes, como ficou comprovado nos últimos anos, os ingressos são vendidos do mesmo jeito, e a euforia e/ou decepção do dia do anúncio não reflete lá muito bem a qualidade do line-up.

Passadas quase 24 horas do anúncio, analisamos friamente a escalação e trazemos aqui as nossas considerações.

Em tempo, não abordamos os nomes da música eletrônica porque seria injusto falarmos a respeito de um campo onde não atuamos.

Ainda há uma atração a ser anunciada em 16 de Outubro e não, a gente não faz ideia de quem seja.

Line-up do Lollapalooza Brasil 2017

Metallica

MetallicaTem muita gente reclamando do Metallica e dizendo que eles “vêm ao Brasil todo ano”.

É verdade que a banda está por aqui com frequência, mas é a primeira vez em 8 anos que o grupo está lançando um disco de inéditas e o show irá divulgá-lo em nosso país. Para você ter uma ideia, o TMDQA! nem existia quando os ícones do heavy metal lançaram seu último álbum.

Além de fazer parte da turnê de um disco que já promete muito pois as duas músicas disponibilizadas são ótimas, o show do Metallica é sempre daqueles para mesmo quem não é fã assistir.

Pra gente, foi ponto positivo.

The Strokes

The StrokesJá o Strokes não conta com nenhum lançamento recente a não ser o EP Future Present Past, de três faixas, mas a gente duvida muito que as pessoas que forem ao festival não ficarão perto do palco até o final do Lolla para vê-los embalando seus hits.

É o tipo de show que se reflete quase que em um consenso entre aqueles que acompanham o Lolla de perto.

 

The Weeknd

The weeknd doa 250 mil dólares ao projeto Black Lives Matter

Os boatos foram muitos, e há aqueles que dizem que a ideia era trazer outra estrela solo ligada a estilos com apelo popular.

Se é verdade a gente não sabe, mas o canadense The Weeknd está na crista da onda e é outro que vem com trabalho novo para o Lolla Brasil 2017.

Após lançar o aclamado Beauty Behind The Madness em 2015, ele volta com Starboy em 2016 e logo na faixa título contou com a lendária dupla Daft Punk.

Pode não fazer seu estilo e está longe de ser rock and roll, mas é completamente válido.

The XX

The XX no Coachella 2013A foto acima foi tirada pela nossa fotógrafa Aline Krupkoski no Coachella de 2013, e é bastante emblemática.

Primeiro mostra a beleza de um show da banda britânica The XX, que ganha muito ao se apresentar à noite.

Segundo porque apenas um ano depois, em 2014, o trio fez seu último show em Nova York e de lá pra cá não se apresentou mais.

Dessa forma, a apresentação no Lollapalooza Brasil, que será a primeira do trio de festivais sul-americanos, também será a primeira em três anos caso o XX não volte a tocar até Março.

Vale muito assistir a um show do The XX.

 

Silversun Pickups

Silversun PickupsEssa é uma banda de rock alternativo que raramente erra, e quando lançou seus primeiros discos ao final dos anos 2000, chegou a ser comparada ao Smashing Pumpkins.

O grupo já tocou em bons horários nos palcos principais do Lollapalooza original em Chicago e se você tiver alguma dúvida de quem assistir quando ela for se apresentar, corra para o show.

Vale muito a pena.

Two Door Cinema Club

two door cinema club lança mais uma música de seu novo disco. ouça "bad decisions"A repetição pode incomodar, a gente sabe, e o Two Door Cinema Club já se apresentou no Lolla Brasil.

Mas quando o fez, teve um dos shows mais bem recebidos, e além disso também é uma banda que lança disco em Outubro, então vem para excursionar com ânimos renovados.

 

Rancid

Lollapalooza Brasil e o lineup dos #Punks ??? #Rancid #Lollabr2017

A photo posted by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) on

Foto por Maurício Pinheiro

Pra muita gente esse é o ponto alto do line-up, como você pode perceber na montagem do line-up acima.

Pela primeira vez na história a mega influente banda punk Rancid vem ao Brasil, e quem está trazendo é o Lollapalooza.

Responsáveis pela explosão do estilo nos anos 90 ao lado de nomes como NOFX, The Offspring e Green Day, os californianos têm tudo para fazer um dos shows mais concorridos do festival.

Se você é do time que não os conhece, procure saber.

Duran Duran

Duran Duran - Paper GodsLendário e joga muito bem para qualquer torcida. Tem fã de Metallica dizendo que vai ver o show da banda, tem punk e tem fã de pop falando que também estará lá.

Um festival precisa muito de bandas “coringa” e essa é um coringa de grife, também tendo lançado disco recentemente, em 2015.

The 1975

The 1975Outra banda que está explodindo mundo afora e tocando em grandes festivais é o The 1975.

Em 2013 veio um elogiado disco de estreia e em 2016, I Like It When You Sleep, for You Are So Beautiful yet So Unaware of It, consolidou o grupo britânico como uma banda que pode fazer um pop diferente, cheio de influências do rock alternativo e bastante imprevisível.

Tinha muita gente pedindo e foi mais um acerto do Lolla.

Tove Lo e MØ

Tove Lo e MØPor falar em pop alternativo, da Escandinávia direto para o Autódromo de Interlagos aparecem duas cantoras bastante requisitadas: Tove Lo e MØ.

Novamente, talvez elas não façam parte da lista dos seus gêneros musicais favoritos, mas são duas representantes do que há de melhor no pop mundial fora do óbvio.

 

Cage The Elephant

Matthew Shultz, do Cage The ElephantEsse nome a gente passaria.

Não é que a gente não goste da banda ou de seus shows completamente cheios de energia, com o vocalista Matt Shultz lembrando o Iggy Pop em vários momentos.

O problema é que o Cage The Elephant já veio mais de uma vez ao Lolla e seu último disco não foi lá um primor, então o espaço poderia ter sido dado a outro artista.

Criolo

Criolo lança o single “Ainda Há Tempo”Começamos a falar do line-up nacional com o rapper Criolo, que sempre faz shows sensacionais e está acostumado aos grandes palcos.

Relançou edição especial de Ainda Há Tempo em 2016 e o ótimo Convoque seu Buda em 2014. Gol do Lolla.

Céu

Céu - TropixOutro bom nome nacional do line-up e, infelizmente, a única mulher brasileira da escalação, Céu chega ao Autódromo de Interlagos após lançar Tropix em 2016, um dos álbuns que estará na maior parte das listas de melhores do ano por aí.

 

BaianaSystem

BaianaSystemA gente já disse por aqui que o BaianaSystem é a revolução, e tudo que torcemos é para que a organização do festival dê tempo suficiente para que a banda possa mostrar sua mistura única e certeira de música e arte com forte apelo popular.

 

Jaloo, Suricato, Bratislava, The Outs

Jaloo, Suricato, Bratislava, The OutsUma das coisas que mais têm chamado a nossa atenção no line-up do Lollapalooza dos últimos anos é a parte nacional.

Sempre muito bem cuidada, ela procura trazer o que há de melhor rolando na música brasileira, e em 2017 não será diferente.

Jaloo está lotando palcos de shows solo e festivais Brasil afora com sua música pop encantadora.

O Suricato, já há algum tempo, é um dos bons representantes da mistura de folk e rock que tomou conta do mundo todo nos últimos anos, e a banda de rock alternativo Bratislava não se cansa de produzir.

São singles, EPs e discos recomendadíssimos, como Carne (2012) e Um Pouco Mais de Silêncio (2015).

Por fim, o grupo carioca The Outs aposta na psicodelia em Português e em 2016 lançou um disco de estúdio competente chamado Percipere.

Catfish And The Bottlemen

Catfish And The BottlemenEssa banda britânica tem dois discos na bagagem, um lançado em 2014 e outro chamado The Ride de 2016.

Lá fora, principalmente em sua terra natal, eles são muito grandes e lotaram os palcos dos festivais Reading e Leeds em 2015, por exemplo.

O grupo ainda é presença em vários outros eventos mundo afora e não dá pra saber como o público brasileiro irá receber o rock alternativo dos caras.

Tegan And Sara

Tegan And SaraOutro nome bastante popular lá fora é o da dupla de irmã Tegan And Sara.

Muita gente vinha pedindo pelo grupo nas redes sociais e em 2016 as canadenses lançaram seu oitavo disco com Love You To Death.

Ainda que caia no campo das incógnitas, tem bastante chance de fazer sucesso por aqui. Só saberemos no dia do show.

Conclusão

Na nossa opinião, o Lollapalooza Brasil acertou muito mais que errou no line-up do festival em 2017.

Há grandes nomes, vindas históricas e novas atrações que invariavelmente estão sendo escaladas para eventos lá fora também, refletindo o que podem ser artistas que irão fazer barulho por aqui.

O grande problema, sem dúvidas, é o preço do ingresso. R$ 920 reais para quem não compra meia entrada é pesado principalmente para quem ainda quer se deslocar a São Paulo de outras partes do país e tem custo de transporte, hospedagem e alimentação.

Se a questão é uma maioria que compra a meia entrada, mecanismos deveriam ser utilizados para que isso não acontecesse, e assim evitaríamos o famoso ingresso e ingresso em dobro.

Cinco nomes que a gente escalaria

Fazendo um exercício de imaginação aqui, pensamos em cinco nomes que a gente escalaria nesse Lollapalooza Brasil, lembrando que uma atração ainda será anunciada em Outubro, e não temos a pretensão de “acertá-la”.

Weezer

Weezer - Weezer (White Album)Faz tempo, muito tempo, que a banda de Rivers Cuomo não vem ao Brasil e em 2016 eles lançaram um dos melhores álbuns do ano com White Album.

A gente queria muito ver esse retorno à velha forma bem de perto.

 

Green Day

Green DayQuem tinha tudo para ser headliner é o Green Day, que está prestes a lançar um novo disco chamado Revolution Radio e é conhecido por seus divertidos shows.

De qualquer maneira, é provável que o grupo venha ao Brasil em 2017.

 

Against Me!

Against Me!Já que abrimos uma brecha para o punk com o Bad Religion esse ano e o Rancid em 2017, poderíamos expandir um pouco mais com outros artistas.

O Against Me! lançou o melhor disco internacional de 2014 em nossa opinião e em 2016 está de volta com o excelente Shape Shift With Me.

O grupo toca em festivais mundo afora, está acostumado aos grandes palcos e nunca veio pra cá.

Radiohead

Thom Yorke, do RadioheadTodo mundo está pedindo pelo Radiohead, e a gente realmente achava que eles acabariam no line-up do Lolla, já que tocaram em edições estrangeiras do festival como em Chicago e Berlim.

Teria tudo a ver com o público do festival mas acabou não rolando, e dizem que eles podem acabar tocando no Rock In Rio em Setembro. Dizem.

 

The Arcs

The ArcsThe Arcs é a nova banda de Dan Auerbach, conhecido anteriormente pelo The Black Keys, e seu projeto “paralelo” é bom demais.

Recomendamos o grupo aqui recentemente em uma de nossas listas e o disco de estreia, Yours, Dreamily, vai do rock de garagem ao psicodélico passando pelo soul com uma maestria impecável.

Eles também tocaram no Lollapalooza Chicago e têm sido presença constante em outros festivais do Hemisfério Norte. Seria ótimo.