Billie Joe, do Green Day, no clipe de Time Of Your Life
 
Ouça o novo single da Majur!

ATUALIZAÇÃO: apesar de fontes confiáveis terem publicado a notícia, tivemos acesso à versão digitalizada da revista Kerrang! e em nenhum momento Billie Joe fala especificamente de cocaína, como havia sido revelado anteriormente, apenas da reabilitação e do tempo que a banda precisou dar.

 

Ele realmente está de volta. Em nova entrevista à revista britânica Kerrang! (a mesma na qual, há algumas semanas, comparou Donald Trump a Adolf Hitler), Billie Joe Armstrong abriu o jogo sobre a vida pessoal.

Enquanto promovia o disco Revolution Radio, que sairá no dia 7 de Outubro e promete ser uma porrada na orelha da sociedade americana, o vocalista do Green Day aproveitou pra falar sobre o momento, digamos, pouco inspirado da banda desde American Idiot, de 2004.

Segundo Billie Joe, depois da promoção dos discos ¡Uno!, ¡Dos! e ¡Tré!, de 2012, ele precisou tirar um tempo para lidar com seus problemas com álcool e remédios controlados, recuperar a consciência e a vontade de tocar:

Nas últimas gravações… eu não sei… é tudo muito embaralhado. Minha cabeça estava bastante nebulosa, então eu não consigo lembrar de muita coisa. Foi ótimo e eu acho que tem músicas muito boas ali, mas… fizemos uma pausa. Era a pausa que a gente precisava.

O baixista do grupo, Mike Dirnt, completou:

A gente nunca descansava, mesmo quando íamos pra casa. Demorou um tempo pra gente entender o que uma pausa significava. E essa foi a primeira vez que a gente de fato colocou o pé no freio. E isso fez com que a gente quisesse muito voltar com tudo e sair em turnê.

A gente agradece!

Billie Joe

billie-joe-green-day-iheartradio

Após o fatídico episódio em que quebrou tudo durante apresentação no festival iHeartRadio, Billie Joe entrou em uma clínica de reabilitação.

Somente após a sua recuperação a banda começou a pensar em um novo trabalho.

“Bang Bang”

Lembrando que o primeiro single do disco Revolution Radio, “Bang Bang”, já veio ao mundo e você pode ouvir logo abaixo!

Ela fala sobre um atirador em massa nos Estados Unidos, em uma crítica tanto à sociedade do país quanto à cultura da vaidade promovida pelas redes sociais.

E vem aí um clipe oficial, que será dirigido por Tim Armstrong, vocalista do Rancid.