Daniel Johns e Eddie Vedder
 

Há alguns dias a gente tem falado sobre a especialíssima trilha sonora de Beat Bugs, animação infantil da Netflix.

As músicas da série são todas covers de The Beatles interpretadas por nomes como Eddie Vedder, Chris Cornell, Sia, P!nk, The Shins e James Corden.

Acontece que agora foi revelado que Daniel Johns, músico conhecido por seu influente trabalho no Silverchair, foi o responsável pela trilha sonora de Beat Bugs.

Em matéria recente, ele contou como foi convidado a trabalhar na série de seu amigo, Josh Wakely, e trabalhou em 34 canções.

Foi Johns o responsável pelos novos arranjos e um deles é de “Magical Mystery Tour”, que tem Eddie Vedder:

Meu eu de 14 anos de idade teria morrido se soubesse que isso aconteceria.

Ao explicar como tudo funcionou, ele disse:

Eu criei a faixa e colocava meus vocais como guia, aí o Eddie adorou a versão e disse que gostaria de manter meus vocais para que as minhas harmonias femininas continuassem como pano de fundo.

Gênio Criativo

Wakely, criador da série, disse que o ex-vocalista e guitarrista do Silverchair é um “gênio criativo”, e explicou:

Eu honestamente acho que ele é um gênio musical, mas além disso, o lance que ninguém fala do Dan é que ele é um grande líder e tem bons instintos sobre as pessoas.

Como ele é tão destemido quanto ao trabalho, acaba levantando o astral de todo mundo.

Ele é muito ambicioso artisticamente falando e o outro lance perfeito sobre ele é que Daniel tem uma abordagem de natureza infantil.

Ele se divertiu e brincou bastante e isso fica bastante claro como nunca aconteceu em seus outros trabalhos.

A trilha sonora está disponível com exclusividade na Apple Music.

Daniel Johns

Em 2015 o músico lançou seu primeiro e único disco solo, Talk.

O álbum chegou ao segundo lugar das paradas australianas mas não rendeu grandes frutos mundo afora.

Silverchair

Com cinco discos de estúdio, a banda australiana Silverchair teve grande impacto no rock and roll dos anos 90 principalmente com os discos Frogstomp (1995), Freak Show (1997) e Neon Ballroom (1999).

Em 2011 o grupo anunciou hiato e desde então uma reunião nunca aconteceu.