Discos com a mão de Brendan O'Brien

Brendan O’Brien é um jovem senhor de 56 anos de idade que lá nos anos 90 iniciou a sua carreira de produtor e entrou para um seleto time de nomes que já trabalhou com várias bandas fundamentais para o rock and roll.

Após participar como engenheiro de som e gravar alguns instrumentos de Shake Your Money Maker, disco lançado pelo The Black Crowes em 1990, Brendan começou a ser chamado para trabalhar com a mixagem e/ou produção de álbuns de Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam, Soundgarden e mais.

Após trabalhos de sucesso com essas bandas, também tornou-se fundamental para outras como KoRn, Limp Bizkit e Rage Against The Machine e está na ativa até hoje, trabalhando em lançamentos de nomes como AC/DC e Wolfmother.

Destacamos 15 dos trabalhos onde ele se envolveu e você pode ver a lista logo abaixo.

 

1Red Hot Chili Peppers – Blood Sugar Sex Magik (1991)

O quinto disco de estúdio dos Peppers e um dos mais importantes da carreira toda da banda foi produzido pelo icônico Rick Rubin e rendeu hits como “Give It Away”, “Under The Bridge” e “Suck My Kiss”.

Brendan foi o responsável pela parte de engenharia, mixagem e também tocou mellotron em “Breaking The Girl” e “Sir Psycho Sexy”, além de órgão em “Suck My Kiss” e “Give It Away”.

 

2Stone Temple Pilots – Core (1992)

Outro ícone dos anos 90 com músicas como “Plush”, “Sex Type Thing” e “Creep”, o disco de estreia do Stone Temple Pilots foi o responsável logo de cara por uma legião de fãs à banda.

Quem produziu o álbum foi Brendan O’Brien.

 

3Aerosmith – Get A Grip (1993)

Em sua vasta discografia, o Aerosmith tem como décimo primeiro disco de estúdio o importante e icônico Get A Grip.

O álbum foi o responsável por recolocar a banda nos holofotes e nas paradas e aproximá-la ainda mais dos grandes públicos, muito em função de mega hits como “Crazy”, “Cryin'”, “Amazing” e “Livin’ On The Edge”.

Nesse álbum, O’Brien foi o responsável pela mixagem.

 

4Pearl Jam – Vitalogy (1994)

Quando o Pearl Jam resolveu experimentar em seu terceiro disco de estúdio, o ótimo Vitalogy, não pensou duas vezes e chamou novamente o produtor que já havia trabalhado com o grupo em Vs.

Ao lado da banda, Brendan produziu o álbum.

 

5Soundgarden – Superunknown (1994)

Recomendado por Stone Gossard, do Pearl Jam, O’Brien foi o responsável pela mixagem do quarto disco de estúdio do Soundgarden e aquele que traz hits como “Black Hole Sun”, “Fell On Black Days” e “Spoonman”.

De acordo com os próprios integrantes do grupo, a mixagem foi a parte “mais tranquila” de todo o processo de gravação.

 

6Bob Dylan – MTV Unplugged (1995)

No acústico de Bob Dylan, o cara que normalmente fica por trás da banda em um estúdio e seus inúmeros painéis, botões e mesas, participou de forma diferente.

Foi ele o responsável por tocar órgão na banda que acompanhou Dylan no MTV Unplugged.

 

7Rage Against The Machine – Evil Empire (1996)

Após o sucesso gigantesco do disco de estreia, o Rage Against The Machine precisava dar as caras novamente com um álbum sólido para mostrar que não era passageiro.

Não apenas conseguiu o feito com Evil Empire como, com o disco, entrou para a história do rock and roll ao lado de canções como “Bulls On Parade” e “People Of The Sun”.

Quem produziu o álbum foi Brendan O’Brien.

 

8KoRn – Follow The Leader (1998)

Em 1998, com seu terceiro disco de estúdio, o KoRn finalmente saiu do underground e explodiu no mundo todo como uma das grandes bandas de rock da época.

Carregando a bandeira do chamado nu metal e sendo uma das principais bandas do gênero, emplacou hits como “Freak On A Leash” e “Got The Life” em uma época marcada na adolescência de muita gente.

O personagem que é assunto de nossa matéria foi responsável pela mixagem do disco.

 

9Limp Bizkit – Significant Other (1999)

O outro grande nome do nu metal ao final dos anos 90 era o Limp Bizkit, e Brendan também trabalhou com os caras.

No segundo álbum, embalado pelo sucesso da cover de “Faith”, de George Michael, no disco de estreia, o grupo teve as manhas de compor hits em série, e saiu do estúdio com “Nookie”, “Break Stuff” e “Re-Arranged”.

Aqui, O’Brien foi o responsável pela mixagem e ajudou a compor o instrumental de “No Sex”.

 

10The Offspring – Conspiracy Of One (2000)

Ao final dos anos 90 a banda de punk rock The Offspring conquistou algumas das melhores posições na carreira e entrou no mundo do rock popular com o disco Americana, lançado em 1998 e que além de petardos ao melhor estilo do grupo, trouxe faixas quase pop/rock como “Pretty Fly (For A White Guy)” e “Why Don’t You Get A Job?”

No seu sucessor, Conspiracy Of One, o grupo resolveu seguir uma fórmula parecida e mesclou sons com a sua cara e hits radiofônicos como “Original Prankster” e “Want You Bad”. Brendan produziu o disco.

 

11Audioslave – Revelations (2006)

Em seus três discos de estúdio, o supergrupo Audioslave só trabalhou com dois nomes na produção: enquanto nos dois primeiros álbuns o trabalho ficou com Rick Rubin, no terceiro, a função foi de Brendan O’Brien.

O cara também havia mixado o álbum anterior, Out Of Exile.

 

12Velvet Revolver – Libertad (2007)

Outro supergrupo que confiou um lançamento nas mãos do produtor foi o Velvet Revolver com seu segundo e último disco.

Libertad foi lançado em 2007, produzido pelo cara ao lado da banda e, diz a lenda, é um dos únicos três discos escritos por Scott Weiland enquanto ele estava sóbrio.

Os outros são Core, já citado aqui, e Stone Temple Pilots, também da banda que colocou o nome de Weiland no mapa.

 

13The Killers – Battle Born

Após um período de hiato, a banda de Las Vegas resolveu voltar ao estúdio para gravar seu quarto disco de estúdio, Battle Born.

Para tanto, o The Killers trabalhou com um time de produtores que além de Brendan O’Brien também trazia Steve Lillywhite, Damian Taylor, Stuart Price e Daniel Lanois.

 

14AC/DC – Rock Or Bust (2014)

Brendan tem sido o produtor escolhido pela lenda AC/DC para trabalhar em seus últimos álbuns, e ele foi o responsável tanto por Rock Or Bust, lançado ao final de 2014, quanto Black Ice, de 2008.

No mais recente, ele também gravou alguns backing vocals.

 

15Wolfmother – Victorious (2016)

A carreira promissora da banda australiana Wolfmother foi afetada por uma série constante de trocas em sua formação, e basicamente quem carrega o grupo hoje em dia é o vocalista e guitarrista Andrew Stockdale.

Em Victorious, lançado esse ano, a banda finalmente dá sinais de que está voltando aos bons tempos e Brendan O’Brien tem papel fundamental nisso tudo.

Não apenas produziu e mixou o álbum como também tocou percussão, órgão, piano e guitarra.

 

Leia mais

Logo abaixo você encontra links para outros posts da série: