Continuando nossa série de entrevistas realizadas durante o festival João Rock, uma das bandas que batemos um papo lá nos bastidores foi a galera do Supercombo. Junto com Far From AlaskaScalene, Dona CisleneMarero, o quinteto foi uma das atrações do palco Fortalecendo A Cena, um dos destaques da edição desse ano.

Logo após o show, Pedro Ramos e Carol Navarro concederam uma entrevista ao TMDQA!. Vem com a gente!

TMDQA!: Como foi para vocês tocarem justamente na edição de 15 anos do João Rock, um festival tão importante na cena nacional?

Pedro: Cara, não temos palavras para agradecer. A gente fica muito honrado e feliz de fazer parte de tudo. Não é em todo lugar que você vê um palco com essa nova safra de bandas nacionais bombando, tinha muita gente ali curtindo.

TMDQA!: Recentemente vocês tocaram com o pessoal do Far From Alaska. Há planos de repetir isso com eles? Tem alguma outra banda em mente para tocar junto nos próximos shows?

Pedro: Hoje rolou de novo uma colaboração com o Far From Alaska, e subiremos ao palco juntos novamente hoje. Vamos tocar aí com algumas bandas em nosso novo disco, que contará com seis participações especiais.

TMDQA!: Como está sendo essa ascensão que o grupo está tendo? Vocês esperavam que fosse esse “boom” tão gigantesco?

Pedro: Nós não criamos muitas expectativas, e o crescimento vem sendo de degrau em degrau.

Carol: O importante disso tudo é subir devagar.

TMDQA!: Na comemoração de 30 anos podemos esperar que o Supercombo seja uma das atrações principais?

Pedro: Queremos muito que isso aconteça, e que o festival continue alimentando essa nova safra de bandas no Brasil.

TMDQA!: Qual a mensagem que vocês dão para esses novos grupos, que estão aos poucos subindo seus degraus? 

Pedro: Paciência, um passo de cada vez, construa tudo direito. Não se preocupe, que o show não lotou na primeira vez, ou na terceira, décima ou milésima. Vai com calma, e experimente coisas novas. Junte a galera, pois a gente vem de uma geração que não se unia tanto antigamente, e é preciso agregar. Quanto mais bandas tocarem, mais público terá, e a galera evolui musicalmente também.

Você podem acompanhar mais o que rolou no festival João Rock aqui.

     
 
Compartilhar