No dia 18 rolou na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, a edição de 15 anos do festival João Rock. Como foi visto aqui, nós do TMDQA! fizemos cobertura do evento, e no meio disso tudo rolaram entrevistas com algumas das atrações. Dentre eles está o Scalene, que fez sua estreia no festival. O grupo se apresentou no palco Fortalecendo a Cena, que foi uma das novidades desse ano e mostrou os novos nomes do rock nacional, que vêm ganhando cada vez mais destaques.

Antes dos caras subirem ao palco batemos um papo rápido, porém muito agradável, com o baixista Lucas Furtado. Veja abaixo!

A estreia no João Rock

Já começamos a entrevista logo de cara perguntando sobre a expectativa deles em tocar pela primeira vez no festival, justamente em sua edição de comemoração.

Não diria que é uma ansiedade, e sim uma excitação de querer tocar. Nós adoramos tocar em festivais, e nesse especificamente é muito bom pra gente. Nós nunca tocamos, e são 15 anos. A gente quase toca todos os anos, e dessa vez rolou de vir. Está muito lindo. A galera está muito animada, e a gente está nessa vibe de trocar energia com a galera.

Também durante o assunto da estreia no João Rock, questionamos sobre essa oportunidade que o evento abriu este ano para as novas bandas mostrarem seus trabalhos.

Isso é essencial! O lineup de bandas desse festival é algo imperdível, sensacional. Quem gosta de música, não precisa ser de um estilo específico, jamais perderia esse festival em qualquer lugar que seja. O fato da gente ter a oportunidade de tocar, num palco de bandas revelações, de futuras promessas, que estão fazendo a cena florescer de novo, pra gente é muito gratificante e essencial. Ter um público muito bom nesse palco é uma afirmação muito forte para essa geração de bandas. E eu acredito na comemoração de 30 anos, espero muito estarmos no palco principal de bandas veteranas, e ter muitas de qualidade tocando, igual está acontecendo hoje.

Foto por Eduardo Nogueira
Foto por Eduardo Nogueira

Ascensão da banda

Outra pergunta que fizemos ao Lucas foi justamente a ascensão que o Scalene vem tendo durante os últimos tempos. Ele aproveitou a deixa para falar um pouco mais sobre o DVD ao vivo que o grupo lançará em breve.

Ver um trabalho ser reconhecido é o combustível para qualquer produção, seja você músico, advogado, médico, etc. Você ter esse reconhecimento, ver as coisas vindo na sua direção depois de tanto trabalho, é o que faz a galera continuar. A gente está mais pilhado do que nunca, vamos lançar um DVD esse ano, que sai no mês que vem. Quando éramos mais novos, quando a banda começou, nunca imaginávamos de mal gravar um disco, imagina um DVD? Agora esse sonho está virando realidade, e já vamos mirando em sonhos mais longe, e ter força para continuar, com o apoio da galera e ter reconhecimento é algo sensacional. O que mantém a gente pilhado, sempre com vontade de fazer mais, de almejar mais, e estamos só começando.

A banda encerrou as apresentações do palco Fortalecendo a Cena em um show que agitou o público na noite fria de Ribeirão Preto.

Fiquem ligados que ainda divulgaremos mais algumas entrevistas que fizemos no festival.

E o show da @bandascalene começou QUENTE aqui no @festivaljoaorock #JoaoRock #músicapazediversão #Scalene

Um vídeo publicado por Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) em