Flea com o braço engessado
 

O mais novo álbum do Red Hot Chili Peppers, The Getaway, é cheio de símbolos e fatos de bastidores que contribuíram para o resultado final.

Além do produtor Brian Burton (Danger Mouse) ter a coragem de dizer para a banda que algumas das ideias não eram boas o suficiente, outro fato fez com que os Peppers começassem a trabalhar do zero mais de uma vez.

Durante uma viagem ao estado de Montana, o baixista da banda, Flea, resolveu brincar na neve e enquanto praticava snowboarding sofreu um acidente:

Estávamos descendo a montanha muito rápido, tipo a 80 quilômetros por hora, quando eu simplesmente saí voando. Foi tipo, bam. Meu braço começou a inchar na hora. Quebrei meu braço em cinco lugares diferentes. Grandes pedaços de osso foram arrancados.

Em entrevista para a Rolling Stone, o icônico baixista continua e revela a dor que sentiu para voltar a tocar após o acidente, até mesmo para tocar uma nota só. Ele ainda diz que se sentiu mal não apenas por não conseguir tocar, como por atrasar o trabalho da banda em estúdio:

Eu tentei tocar uma nota e senti um montão de dor no meu braço. Tentei tocar as coisas mais simples e a minha mão simplesmente não seguia. Eu senti que estava desapontando todo mundo, porque não poderíamos trabalhar no disco.

Após todos esses problemas, porém, The Getaway está prontinho e será lançado na próxima Sexta-feira (17), trazendo a sonoridade típica do Red Hot Chili Peppers influenciada pelo produtor Danger Mouse, o acidente de Flea e os problemas de relacionamento de Anthony Kiedis.

Ouça o novo disco do The Who!    
 
Compartilhar