Novo clipe do Zumbis do Espaço
 

Zumbis do Espaço é um nome dos mais fortes na música independente nacional já há alguns anos, e os caras estão de volta com um disco chamado Em Uma Missão de Satanás.

O álbum foi lançado no último dia 6 de Junho, com uma data estrategicamente calculada para ser abreviada para 6.6.6., e além de sair em CD digipack, também está sendo disponibilizado pela gravadora Hearts Bleed Blue em vinil amarelo de 180 gramas e fita K7.

Para divulgar o álbum, a banda gravou um clipe oficial para a música “O Mal Imortal” e o vídeo, além de ser proibido para menores por conta de cenas fortes, também conta com uma participação muitíssimo especial: a de Zé do Caixão.

Para promover a estreia exclusiva do clipe, o TMDQA! conversou com o vocalista da banda, Tor, sobre o vídeo e o novo lançamento da banda, e você pode ver como foi nosso bate-papo antes de assistir ao clipe na sequência.

TMDQA!: Como surgiu a parceria com o Zé do Caixão tanto para o clipe quanto para ter a música em seu novo filme?

Tor: Nós conhecemos o Mojica desde 1996 e quando lançamos o Invasão ele ia fazer um vídeo de “Nos Braços da Vampira” em Super 8, o que acabou não rolando, mas a conexão aconteceu a partir do Marcelo Colaicovo, que é a pessoa que resgatou e organizou todo o acervo dele e já dirigiu nossos clipes de “A Marca dos 3 Noves Invertidos” e “Luxúria no Coração”, além do nosso DVD de 2006, “Muito Além do Inferno”.

O Marcelo está dirigindo esse novo filme juntamente com o lendário cineasta carioca Nilson Primitivo e organizando o acervo gigantesco que estava abandonado, eles encontraram muitos rolos de filmes não revelados dos anos 60, 70 e 80 perdidos. A partir daí surgiu esse novo projeto. Era meio óbvio que teríamos que participar.

TMDQA!: O que podemos esperar do novo disco do Zumbis, “Em Uma Missão de Satanás”?

Tor: Zumbis clássico, soando mais selvagem do que nunca.

TMDQA!: Após longos anos de atividade, como é continuar desenvolvendo material próprio sem perder a essência e a identidade? De onde vêm as inspirações para o Zumbis do Espaço hoje em dia?

Tor: Não costumo pensar muito a respeito, simplesmente vai fluindo, muitas vezes passamos por altos e baixos e o segredo é não deixar se influenciar e nem se impressionar por isso. É claro que não temos mais aquela inocência e inexperiência da juventude que proporciona a espontaneidade, mas hoje em dia compensamos isso sendo melhores músicos do que éramos há 20 anos. A melhor maneira é deixar que as coisas fluam naturalmente.

TMDQA!: O novo disco tem uma arte muito legal feita por Ed Repka (NOFX, Megadeth). Como surgiu esse contato e qual foi a linha artística pra desenvolver a arte?

Tor: É o nosso segundo trabalho juntos. Nos conhecemos através da mulher dele, que gostava da banda, e conversando com ela, eu perguntei sobre a possibilidade do Repka fazer uma arte pro Zumbis, e ela falou que provavelmente rolaria, pois ele gostava muito das capas do Horror Rock Deluxe e do Abominável Mundo Monstro, feitas pelo Von Victor. Então como ele já conhecia a banda, no Nós Viemos em Paz ele apresentou um desenho que ele achava que nos representasse, e foi isso.

Já nesse novo disco a ideia e o conceito foram meus, eu expliquei para ele que o título é uma referência ao filme Blues Brothers, onde eles passam por várias situações, às vezes nem um pouco sensatas, e justificam todas as merdas como estando “em uma Missão de Deus”.

É a mesma coisa com o Zumbis do Espaço na estrada, só que estamos “Em uma missão de Satanás, então sugeri um pastor Diabo com roupas legais, umas crentes gostosas, e uns homens caveira. Algumas semanas depois a capa estava pronta.

TMDQA!: Em que formatos o disco será lançado? Haverá turnê de divulgação do álbum pelo Brasil?

Tor: O disco será lançado em CD digipack, Vinil 180g Amarelo Opaco (limitado a 300 cópias) e ainda esse ano talvez role uma edição em k7. Quanto à turnê de divulgação começamos em Julho participando de algumas datas do Matanza Fest, depois em 6 de agosto fazemos o lançamento no Inferno Club em São Paulo, e aí devemos passar os próximos 2 anos tocando pelo Brasil inteiro.

TMDQA!: Pode compartilhar uma curiosidade da gravação do novo clipe?

Tor: Tudo nele é curioso, só de você imaginar que são imagens inéditas que nem o próprio Mojica sabia que existiam, reveladas sem nenhuma segurança (para a saúde deles, pois é um processo químico) pelo Nilson Primitivo e pelo Marcelo Colaiacovo, com cenas absurdas que provavelmente ficaram de fora de filmes lendários.

E vai saber sob o efeito de qual outra química foi editado e dirigido por esses senhores.

 
 
Compartilhar