Durante essa semana o icônico baixista Flea, do Red Hot Chili Peppers, esteve na rádio SiriusXM onde deu uma entrevista para Mike McCready, guitarrista do Pearl Jam.

Ao falar com o seu colega de profissão e se sentir um tanto quanto nostálgico a respeito do rock and roll nos anos 90, ele lamentou que o gênero não passe pelo mesmo momento de quando começou as atividades, e ainda disse que ele está “morto de várias formas:”

Eu me lembro de ficar empolgado ao tocar com o Pearl Jam e o Smashing Pumpkins, porque foi uma era muito empolgante para o rock. Muitas vezes, especialmente recentemente, eu vejo o rock morto de várias formas. Nada para nos diminuir, porque acredito que nós [e o Pearl Jam] obviamente somos bandas relevantes que tocam com energia verdadeira. Mas se você é um jovem hoje, e entra em uma banda de rock, é tipo – quando a gente era moleque, quando eu disse que gostaria de estar em uma banda de rock e era isso que eu faria para o resto da vida, era isso que eu ia fazer, sem dúvidas. Aí as pessoas falavam: ‘Você é lunático, louco. Você nunca irá conseguir um bom emprego na vida. O que está fazendo? Você está arruinando a sua vida.’

E eu falava tipo, ‘foda-se, eu não me importo,’ é o que eu queria fazer, significa tudo para mim, encontrei um lar. Eu era um cara esquisito, neurótico e solitário, sempre fui o moleque chamado de ‘bicha’ na escola e o punk rock me deu um lar. Mas hoje em dia, você decide entrar em uma banda de rock e é tipo [com voz de empresário]: ‘Oh, ótimo, vamos arrumar um consultor de imagem, um advogado, um empresário, e vamos ver o que você pode fazer. É uma ótima oportunidade para você ganhar dinheiro.’

E aí, concorda com o Flea?

Red Hot Chili Peppers

A banda de Flea está se preparando para lançar um novo disco, o décimo primeiro da carreira: The Getaway sairá em 17 de Junho e o primeiro single, “Dark Necessities”, pode ser ouvido na playlist oficial do TMDQA! logo abaixo.

Ouça o novo disco do The Who!