Jesse Hughes do Eagles of Death Metal
 

É isso mesmo que você leu. Durante uma briga na plateia de um show do Eagles Of Death Metal em Toronto, no Canadá, um cara acabou tendo parte de sua orelha arrancada a mordidas (!) por outro membro do público.

A razão que deu início à discussão ainda é desconhecida, mas segundo presentes no local, uma mulher resgatou o pedaço da orelha no chão e o colocou em um copo de gelo para que os médicos pudessem reconstruir no indivíduo.

Um funcionário da Universal Music que presenciou a cena disse que foi “a coisa mais fodida” que já viu em sua vida, e uma representante da casa de shows Opera House comentou o incidente:

Eu não testemunhei nada, mas houve um confronto entre dois indivíduos. […] O homem que instigou a coisa toda foi preso e acusado. Não tenho certeza de quais foram as acusações; eu só o vi sendo preso. […] Uma mulher pegou [o pedaço da orelha], porque eu não sabia onde estava. Ela o colocou em um copo de gelo e o deu para a ambulância quando eles chegaram. […] Esta é a primeira vez que isso acontece, digamos. Eu realmente não acreditei quando alguém veio até mim e me disse o que aconteceu. É simplesmente bizarro.

De acordo com um fã que presenciou a prisão do cara, o mordedor de orelhas parecia não ligar para toda a situação, e aparentava estar sob o efeito de álcool e/ou drogas. Já o Eagles Of Death Metal ainda não se pronunciou sob o caso, e também não há notícias sobre o estado de saúde da vítima.

A banda segue em turnê após a pausa forçada no final de 2015, quando esteve no meio de um dos ataques terroristas em Paris. Recentemente, o kit de bateria que a banda usava durante o atentado foi reformado e devolvido ao baterista Julian Dorio.