David Bowie

No último fim de semana ocorreu nos Estados Unidos a 9ª edição do Record Store Day, que celebra as lojas de discos independentes, e que sempre conta com lançamentos exclusivos. E as notícias são boas para os fãs dos discos vinil, pois o percentual de vendas do mesmo cresceu 60% no primeiro trimestre de 2016 no Reino Unido, de acordo com os últimos dados da BPI (British Phonographic Industry).

Quase 640 mil discos de 12 polegadas foram vendidos entre Janeiro e Março, perto do dobro da mesma época no ano anterior.
E o líder de vendas é ninguém menos que David Bowie, com o disco Blackstar, lançado poucos dias antes de sua morte. Além do topo, o camaleão do rock ainda possui mais dois discos no top 10 dos mais vendidos no primeiro semestre: a compilação Nothing Has Changed – The Very Best Of e uma edição de luxo de The Rise and Fall of Ziggy Stardust.

O segundo disco mais vendido foi Back To Black, da cantora Amy Whinehouse, enquanto os britânicos do indie The 1975 fecharam o Top 3 com seu segundo trabalho de estúdio, intitulado I Like It When You Sleep, for You Are So Beautiful yet So Unaware of It.

Em 2015 foram vendidos 2.1 milhões de discos vinil no Reino Unido, e se o desempenho continuar, passaremos os 3 milhões de vendas neste ano, podendo chegar aos impressionantes 3.5 milhões, marca que não é atingida desde os anos 80. Segundo Geoff Taylor, chefe executivo do BPI e Brit Awards, “o vinil já não é mais um tesouro dos baby-boomers que cresceram com o formato.”

“Agora apela-se à uma nova geração engajada de jovens fãs da Geração Y. Enquanto as plataformas digitais oferecem aos fãs uma instantaneidade e um acesso ilimitado a um cosmo cada vez maior da música, eles não conseguem competir com a experiência única que o vinil te proporciona.”

De acordo com o Official Vinyl Singles Chart, Bowie também destaca-se na parada dos singles mais vendidos com a faixa “Golden Years”, que o diretor Danny Boyle queria para compor a trilha sonora de Trainspotting. Outros artistas a estarem nessa lista são The 1975, Jeff Buckley e o New Order.

“Ao celebrarmos o primeiro aniversário do ‘Official Vinyl Charts’, é encorajador ver o ressurgimento desse tão querido formato, que continua a ganhar espaço em 2016”, disse Martin Talbot, chefe-executivo da Official Charts Company. Seremos obrigados a concordar contigo, Martin. Por uma vida longa e próspera ao bolachão.