Justin Timberlake é acusado de plágio pelo Cirque du Soleil

Trupe canadense afirma que o cantor utilizou trecho de música do circo sem autorização

 

A famosa companhia circense Cirque du Soleil processou, na última quinta-feira (31 de Março), o cantor norte-americano Justin Timberlake e o produtor musical Timbaland, acusando-os de utilizarem um trecho de uma canção original do circo, sem autorização, no sucesso “Don’t Hold The Wall”, de 2013.

A música de Timberlake está no disco duplo The 20/20 Experience (que vendeu mais de dois milhões de cópias) e, de acordo com a companhia canadense, possui parte da música “Steel Dream”, lançada em 1997 no álbum Quidam, do Cirque du Soleil.

A ação também envolve as gravadoras Sony Music, Universal Music e WB Music, além de outros dois co-autores da canção, J-Roc James Fauntleroy. Segundo a agência de notícias Reuters, o Cirque du Soleil pede um mínimo de US$ 800.000 por desrespeito às leis de direitos autorais.

Os representantes dos acusados não comentaram o caso. Em Fevereiro, Justin Timberlake, Will.I.Am e a Sony Music foram processados pela irmã de Perry Kibble, que os acusou de plagiar o artista na música “Damn Girl” que teria trechos copiados de “A New Day is Here At Last”, lançada por Kibble em 1969.

Siga o TMDQA! no Twitter e receba todas as nossas atualizações em primeira mão!

 

     
 

Comentários