Jared Leto interpreta o Coringa
Reprodução/YouTube
 

Jared Leto é um cara famoso por se jogar de cabeça em todos os seus trabalhos, tanto no cinema quanto na música.

Seja através das bizarras mudanças físicas a que se submete para interpretar alguns papéis, ou mesmo com as grandiosas turnês de sua banda 30 Seconds to Mars ao redor do mundo, ele realmente veste a camisa dos seus projetos.

Dessa vez, o ator assumirá o triunfal retorno do vilão Coringa, personagem icônico dos filmes do Batman que, agora, entrará em cena compondo o time do Esquadrão Suicida, da DC Comics, pela Warner Bros.

Conforme percebido nos trailers já divulgados, ele dará um toque mais “tatuado” e moderno ao palhaço criminoso. Com o lançamento do filme marcado para 4 de Agosto, a Entertainment Weekly quis saber do ator como foi assumir essa bronca.

“Eu ainda não formulei uma boa parte dos meus pensamentos em relação a isso,” ele admite.

Uma coisa que ele tem certeza é sobre a magnitude do personagem. O papel foi interpretado pela última vez por Heath Leadger em Dark Knight – pelo qual o ator inclusive foi homenageado com um Oscar póstumo. Antes dele, o vilão já havia roubado a cena através da histórica interpretação de Jack Nicholson em Batman.

“O trabalho que tem sido feito com este personagem por tantos anos antes de mim foi tão impactante, tão incrível, tão divertido, tão profundo, tão arriscado, que é algo muito especial ser chamado para assumir essa responsabilidade,” ele diz.

Seja você um compositor trabalhando numa música que foi escrita há um século atrás, ou um ator no palco reinterpretando uma peça, isso é muito comum atualmente. Diretores assumem grandes trabalhos para o cinema, atores reinterpretam personagens –  isso já tem rolado há um bom tempo.

“É algo pesado de ser feito. Mas é ótimo. O Coringa é um desses papéis. Ele foi escrito brilhantemente quando veio ao mundo na primeira vez há uns 75 anos atrás, ou algo assim [o Coringa apareceu pela primeira vez em quadrinhos lançados em Abril de 1940]. E acho que realmente estou grato por ter a oportunidade.

Incansável, o multi-tarefas parece já estar preparando o novo álbum do 30 Seconds to Mars para esse ano também.

O último disco da banda é Love, Lust, Faith and Dreams, de 2013.

     
 
Compartilhar